Prefeitura decide hoje índice de reajuste para servidor

0
Aldair defende índice de 10%, enquanto Moreira disse que, se preciso, vai à justiça. Jpá Oswaldino contou que sindicato está negociando as perdas salariasis acumuladas. Foto: Aquivo TN
Aldair defende índice de 10%, enquanto Moreira disse que, se preciso, vai à justiça. Já Oswaldino contou que sindicato está negociando as perdas salariais acumuladas. Foto: Aquivo TN

Por Conceição Nascimento 

O projeto da Prefeitura de reajuste para o servidor municipal ainda nem chegou à Câmara de Vereadores e já está gerando debates.

Segundo informações da assessoria do prefeito, a Serra poderá ser o único município da Grande Vitória a oferecer percentual de reajuste acima da inflação do período. O índice deverá ser definido ainda nesta sexta-feira (8). Ao todo são mais de 11 mil servidores entre efetivos, celetistas e comissionados.

Na sessão desta quarta-feira (7), o vereador Aldair Xavier (PTB) usou a Tribuna da Câmara para criticar a situação do funcionalismo da Serra. “O servidor não deve aceitar um reajuste inferior a 10%”, disse ele, que é presidente da Comissão de Finanças da Casa. O parlamentar ainda prometeu “segurar a proposta, caso o percentual seja inferior aos 10%”.

Líder do prefeito na Câmara, o vereador Luiz Carlos Moreira (PMDB) rebateu. “Existem prazos regimentais a serem cumpridos quando da tramitação de projetos e se alguém tentar sentar em cima vamos à Justiça”, disparou.

Primeiro secretário da Mesa Diretora, o vereador Antônio Boy do INSS (PSB) quer saber da proposta do Executivo. “É importante que o servidor seja valorizado”, avaliou.

O presidente do Sindicato dos Servidores do Município da Serra (Sermus), Oswaldino Marinho, disse que se reunirá com o prefeito e sua equipe nesta sexta-feira (8). “Estamos negociando com o prefeito e apresentamos a ele nossas perdas salariais acumuladas”, resumiu, sem detalhar o percentual proposto ao Executivo.

A proposta deverá ser apreciada também pela nova comissão permanente da Câmara, a de Defesa do Servidor Público Municipal.

 

 

Comentários