Prefeitura regulariza situação de ambulantes de Laranjeiras

0
Prefeitura regulariza situação de ambulantes de Laranjeiras
Ambulantes estão autorizados a trabalharem em algumas calçadas. Foto: Arquivo TN

A briga entre os vendedores ambulantes de Parque Residencial Laranjeiras e a Prefeitura da Serra parece ter chegado ao fim. Isso porque o Município autorizou a atuação destes camelôs nas ruas do bairro. Apesar da liberação, só podem trabalhar nas vias da comunidade os moradores que são cadastrados e regularizados.

Desde 2017, quando a Prefeitura anunciou a implantação do estacionamento rotativo nas ruas do bairro, os ambulantes entraram em colisão com a administração municipal e chegaram a realizar manifestações na Avenida Central de Laranjeiras. O Município construiu um camelódromo – alternativa criada para retirar os ambulantes das ruas do bairro – mas o local não foi bem aceito e está fechado.

Agora, a Prefeitura disse que há locais onde os ambulantes foram autorizados a trabalhar, como em calçadas mais largas e na Praça dos Correios, onde o fluxo de pedestres não é comprometido. Apesar disso, o Município afirma que realiza ações de fiscalização diariamente.

Disse ainda que possui um Código de Posturas, instituído pela Lei Municipal nº 1.522, que regulamenta o licenciamento do trabalho dos vendedores ambulantes. Além disso, novos vendedores ambulantes podem se cadastrar para atuarem nas ruas. Os interessados podem procurar o protocolo da Prefeitura para se cadastrar.

Prefeitura regulariza situação de ambulantes de Laranjeiras
Espaço, que antes era muito disputado, está vazio. Foto: Gabriel Almeida

Camelódromo

Conforme anunciado pelo TEMPO NOVO, o camelódromo de Laranjeiras está vazio e fechado. Após os vendedores ambulantes saírem do espaço e voltarem a atuar nas ruas do bairro, a Prefeitura da Serra desistiu de utilizar o espaço construído especificamente para os camelôs.

Em uma nota enviada para a reportagem, a Prefeitura disse que disponibilizou um espaço para atuação dos ambulantes, o camelódromo, “mas não houve interesse por parte dos vendedores de permanecerem no local”.

Comentários