• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.569 casos
  • 769 mortes
  • 40.206 curados
29.1 C
Serra
sexta-feira, 05 março - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 41.569 casos
  • 769 mortes
  • 40.206 curados

Pôr do sol no Mestre Álvaro? Dia 27 tem subida até as Três Marias | Veja como participar

Leia também

Motociclista morre ao colidir com poste na rodovia Norte Sul

Um instrutor de auto-escola perdeu a vida num acidente fatal na tarde desta sexta-feira (5), na Serra. O acidente aconteceu...

Ambiental Serra é flagrada jogando esgoto em córrego que deságua entre Manguinhos e Bicanga

A poluidora Ambiental Serra, que é parceira público-privada da Cesan, está lançando esgoto residencial sem nenhum tipo de tratamento...

Golpistas tentam enganar pais de alunos na Serra e Prefeitura emite alerta

A Prefeitura da Serra emitiu um alerta aos pais de alunos das unidades de ensino do município dizendo que...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Pôr do sol visto das Três Marias. Foto: Junior Nass

Que tal assistir a um pôr do sol lá no alto da montanha? No dia 27 de dezembro – um domingo – vai ter subida até o topo das Três Marias que fazem parte da APA (Área de Proteção Ambiental) do Mestre Álvaro.

Quem quiser se aventurar, as pedras ficam a 600 metros de altitude e possuem uma vista de tirar o fôlego da Grande Vitória. A subida será feita pela trilha do restaurante, como é conhecida e a saída está marcada para às 13h30 em frente ao restaurante Recanto do Mestre Álvaro, em Guaranhuns, região rural da Serra.

Para chegar as Três Marias, a pessoa tem que aguentar caminhar por três horas num trajeto com obstáculos naturais e inclinados. Á frente da iniciativa está o ambientalista e trilheiro experiente, Junior Nass.

“São aproximadamente 9 quilômetros de caminhada dentro de mata fechada. Sempre friso que na mata tem água, mas não é potável. Cada participante deve levar sua água de casa, de preferência 3 litros, além de alimentação leve, repelente, protetor solar e lanterna”, destaca Nass.

Junior também aconselha os aventureiros a levarem seus pertences numa mochila e usarem tênis ou bota de trekking.

Para subir com o guiamento profissional é cobrado um valor simbólico de R$ 25 que deve ser depositado na Caixa Econômica Federal, Conta poupança 161738-7, Ag: 0882, Op: 013 CPF: 105.282.717-92 em nome de Junior Nass. O pagamento pode ser feito também pelo Picpay @guardioesdomestre. São trinta vagas e o comprovante pode ser enviado para 27 99631-2337.

“Todas as vezes que faço subida alerto sobre os perigos e riscos da prática esportiva que são torção por movimento inadequado ao caminhar ou queda em obstáculos, pequenas lesões e escoriações são riscos inerentes à atividade e picada de inseto”.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Saiba mais
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!