Serra, 20 de setembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 18 de Maio de 2018 às 11:49

Poluição do Barrote deixa tratamento de esgoto na mira do Meio Ambiente


A imagem do rio com águas escuras invadindo o mar feita no final de abril, chocou internautas, deixou moradores indignados e vem gerando reação do município. Foto: Wilian Andrade

Bruno Lyra

Sai na próxima semana o resultado da análise encomendada pela prefeitura sobre as águas negras jogadas pelo rio Jacaraípe na praia do Barrote, cujas imagens tiveram grande repercussão na internet. A informação é da assessoria de imprensa da prefeitura da Serra.

Mesmo sem análise divulgada, moradores, comerciantes, surfistas e ambientalistas garantem que a coloração tem a ver com a forte carga de esgoto despejada na bacia do rio, formada pelas águas das poluídas lagoas Juara e Jacuném.  Segundo eles, isso pode ser comprovado pelo forte odor que emana das águas da praia do Barrote, além da coloração típica.

O assunto vem gerando forte polêmica. Principalmente porque desde janeiro da 2015 a Serra tem Parceria Público-Privada (PPP) para a gestão do esgoto, onde participam a estatal Cesan e a empresa particular Serra Ambiental. O objetivo da PPP era justamente ampliar e melhorar coleta e tratamento de esgoto no município, o 1º do ES a ter esse formato de gestão, atualmente já estendido para Vila Velha.  Pelo contrato a Serra Ambiental investe nas melhorias e ampliações e é paga com a taxa de esgoto recolhida pela Cesan junto ao consumidor. 

Esta semana o vereador Aécio Leite (PT) protocolou denúncia no Ministério Público Estadual instando o órgão a questionar a taxa de esgoto que a Cesan cobra na conta de água, que equivale a 80% do consumo do líquido. Na semana anterior, sete vereadores assinaram um requerimento ao Tribunal de Contas do ES pedindo auditoria no contrato da PPP do esgoto.

“Junto a esses pedidos anexamos o vídeo mostrando a sujeira sendo levada pelo rio para o mar de Jacaraípe”, frisa Aécio. Em 2016 a Câmara da Serra já havia feito uma Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a situação do esgoto na cidade, onde concluiu que havia inconformidade em relação à cobrança da taxa e a qualidade do serviço prestado.

A reportagem solicitou da Cesan/Serra Ambiental em relação às críticas, mas não obteve retorno até o encerramento desta edição às 18h de ontem (17).  




O que você acha ?

Qual é a sua avaliação sobre a qualidade de água dos córregos, rios e lagoas da Serra ?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por