20.3 C
Serra
sábado, 06 de junho de 2020

Pó preto da Arcelor Mittal na mira do Ministério Público

Leia também

‘Juro Zero’ já liberou quase R$ 5 milhões para empreendedores no ES, diz Xambinho

A Aderes, órgão responsável por fazer o cadastro dos interessados no empréstimo sem juros, já identificou 6.724 comerciantes aptos...

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo...

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Pó preto na Grande Vitória e na Serra - ES
O pó preto é um dos maiores dramas para quem vive na grande Vitória. Foto: Iury Marcondes

Uma reunião nesta sexta-feira (21) no Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES) pode resultar em um acordo entre a Arcelor Mittal Tubarão e o Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES) sobre a implantação de uma ‘wind fence’, barreira de vento, na empresa para reduzir a emissão de poluentes no ar.

A Arcelor é alvo de uma determinação judicial para a instalação do equipamento, conforme requereu o MP-ES em ação civil pública. Entretanto, a companhia pode ganhar mais tempo para o cumprimento da exigência, já que uma reunião ocorrida no último dia 14 entre representantes da empresa e do Ministério Público Estadual (MP-ES) deu início a um acordo sobre a redução do chamado pó preto emitido pela siderúrgica.

O MP-ES propôs que a empresa custeie um estudo técnico para elaboração do novo programa de qualidade do ar da Grande Vitória. A Arcelor também teria sinalizado disposição sobre adequações para atender o novo programa.

Comentários

Mais notícias

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo nas últimas semanas. Luciana pediu...

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!