26 C
Serra
terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Pintura em prancha de surf é arte e ofício de serranos

Leia também

Câmara aprova contas de 2013 do prefeito Audifax Barcelos

Em uma sessão rápida, com pouco mais de 24 minutos, e sem discursos, a Câmara da Serra aprovou durante...

Opinião do leitor | Comentários à nova Lei de Abuso de Autoridade

A lei nº 13.869 de 2019, nova lei de abuso de autoridade, que entrou em vigor em 3 de...

Com investimento de R$ 18 milhões, Atacado Vem será inaugurado nesta terça

A partir desta terça-feira (18), a Serra contará com mais um 'atacarejo'. As margens da BR-101 e com um...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

 

Walderrama, de Jacaraípe, trabalha com pintura de pranchas desde os 15 anos. Foto: Fábio Barcelos

Extensão do corpo do surfista quando ele desce a onda, a prancha pode ser uma verdadeira obra de arte nas mãos de designers que personalizam os equipamentos com todo tipo de estampa e desenhos. Point do surf na Serra, Jacaraípe é também reduto de artistas que se dedicam a este tipo de trabalho.

Um deles é Valderrama Hama, que mora em Enseada de Jacaraípe e trabalha com pintura em pranchas desde os 15 anos. Ele é referência quando o assunto é pintura de pranchas. “Quando tinha 15 anos,já surfava. Aí a fábrica de prancha Dedinho Surf Boards me deu oportunidade. Daí não parou mais”, conta o artista plástico, que usa a técnica Air Brush – uso de compressor de ar e pistolas com várias espessuras de tinta – para criar suas obras.

Valderrama também é shaper, ou seja, fabrica pranchas. “Minha empresa, a Espírito Eco Surf Boards, além do shape tem o diferencial nas pinturas personalizadas. Faço qualquer desenho, as mais relacionadas ao surf são ondas, peixes, mulheres, florais, maoris e caricaturas”.

Ele trabalha para fabricantes com um valor de produção. “Pranchas já prontas a partir de R$ 150. Pinto todos os modelos, pranchinha, funs, longs e sups”. O contato de Valderrama é o 99726-1277.

De Balneário Carapebus, Fabio Pereira Juvêncio, conhecido como Fábio Sombra, também usa Air Brush para estilizar pranchas e começou a trabalhar em 1989 em uma das primeiras fábricas em Laranjeiras. “Hoje faço todo o processo de fabricação: shaper, laminação, pintura e acabamento ou glass”, destaca.

Fábio trabalha por conta própria e faz também réplicas de pranchas miniaturas. “Hoje tenho me dedicado às pranchas stand up de 12 pés. Uma pintura custa a partir de R$ 50 e pode chegar a R$ 200. Dá para fazer qualquer tipo de pintura”. O telefone de contato de Fábio é o 99651-7243.

De São Patrício, Jacaraípe, Vagner Vilarinho Santos, também usa compressores de ar e pistolas de tinta para executar seu trabalho. “Porém, me considero um freestyle, pois não me prendo apenas ao aerógrafo, utilizo vários materiais”, destaca.

Ele trabalha com pranchas desde 2003 a convite do proprietário da Xarod Surf Boards, que foi quem lhe ensinou as técnicas de pintura. “Muitos clientes me falam o que querem e eu desenvolvo a arte segundo minha identidade artística. Outros trazem a arte e eu executo. São muito variados os tipos de desenhos, no surf temos uma pintura psicodélica, abstrata, a galera curte bastante. Faço animais, ondas do mar, paisagens, pinturas tradicionais do surf, chamadas pinturas de linha, traços clássicos que valorizam as linhas da prancha”, enumera.

A principal fonte de renda do artista não vem da pintura em pranchas e sim da tatuagem. “Tenho meu estúdio de tatuagem, mas foi a pintura de pranchas quem abriu a porta do mundo artístico na minha vida. Para fazer a pintura simples em uma shortboard é a partir de R$70. Mas tem também valores que chegam a R$200 e até R$ 300 se for em longboard”, conclui.

O contato de Vágner é 99651 – 7243. 

Comentários

Mais notícias

Opinião do leitor | Comentários à nova Lei de Abuso de Autoridade

A lei nº 13.869 de 2019, nova lei de abuso de autoridade, que entrou em vigor em 3 de janeiro de 2020, trouxe ao...

Com investimento de R$ 18 milhões, Atacado Vem será inaugurado nesta terça

A partir desta terça-feira (18), a Serra contará com mais um 'atacarejo'. As margens da BR-101 e com um investimento de R$ 18 milhões,...

Frequentadora reclama de sujeira e falta de manutenção no Horto Municipal

Frequentadora do Horto Municipal, na Serra Sede reclama que o local de lazer está abandonado. Segundo a mulher que não quis se identificar, o local,...

Moradores da Serra vão ficar sem água nesta quarta

Por conta de obras que serão realizadas pela Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), alguns bairros da Serra ficarão sem água durante a próxima...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem