Serra, 23 de julho de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 13 de julho de 2018 às 9:36

Pedido de ajuda a Ministério Público contra lixão e fumaça


Weder tenta resolver o problema com a prefeitura desde 2012, mas a situação persiste e então o morador de Hélio Ferraz resolveu procurar o Ministério Público. Foto: Fábio Barcelos

Gabriel Almeida

Mau cheiro, entulho, lixo e muita fumaça. Esta é a situação de uma Área de Preservação Permanente perto da nascente da lagoa Pau Brasil,atrás do condomínio Arboretto em Hélio Ferraz, que se tornou um ponto viciado para descarte irregular de tudo quanto é tipo de objeto, gerando risco para a saúde da população. Depois de diversas tentativas junto a Prefeitura para tentar coibir o descarte no local, um morador procurou o Ministério Público para acionar a Justiça para tentar resolver o problema.

Carroceiros e até outras pessoas de carro fazem o descarte de entulho, lixo doméstico, pneus e restos de poda no terreno, que tem acesso pela Avenida Norte Sul.

Morador do condomínio, Weder Grassi, que diz que luta para tentar solucionar esse problema desde 2012 e até hoje nada foi feito. “Entrei em contato com a Prefeitura da Serra por diversas vezes e nada foi resolvido. Vários moradores do condomínio também fizeram uma reunião com o município e mesmo assim ficamos se solução. O que queremos é que algo seja feito para coibir o descarte na rua”, disse.

Weder também entrou com uma ação no Ministério Público. “Desde 2012 estou tentando acabar com esse problema. Depois de diversas tentativas frustradas, resolvi abrir um processo no Ministério Público para que acione a Justiça e ainda estou esperando algo ser feito”, afirma.

A moradora de Hélio Ferraz, Fernanda Cristine, também reclama da situação. “Antes esse local era limpo, mas infelizmente com os carroceiros e até alguns moradores jogando resíduos, o local virou um verdadeiro ponto viciado de lixo. Isso é triste porque além do incômodo gerado com o mau cheiro e fumaça, as pessoas jogam lixo em uma área que tem muito verde”, relata.

Por meio da assessoria de imprensa, a Prefeitura diz que frequentemente limpa o local. Afirma ainda que Secretaria de Meio Ambiente (Semma) do município já identificou os responsáveis pela queima de objetos no local, que foram multados e o caso foi encaminhado para o Ministério Público. A prefeitura ainda pede que os moradores denunciem flagrantes de descarte irregular pelo WhatsApp (27)9 9976-2595.

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) informa que foi determinada a instauração de inquérito civil. Também foi requisitada cópia do processo aberto pelo denunciante junto ao município, oficiada a Secretaria de Meio Ambiente para que promovesse uma vistoria no local, bem como a Secretaria de Serviços do município, para ir ao local para averiguação, retirada do lixo e prestação de informações.​​




O que você acha ?

Como você avalia o primeiro semestre do governo Audifax?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por