21.1 C
Serra
sexta-feira, 10 de abril de 2020

Para políticos saída da Petrobras da Serra é inevitável

Leia também

Império de Fátima vai doar cestas básicas para circos e máscaras para unidades de saúde da Serra

A escola de samba Império de Fátima se mobilizou para ajudar famílias carentes e artistas circenses da Serra. A agremiação...

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Conformados. Colnago, Foletto e Manato dizem que a decisão vem de cima, Já Vidigal diz que vai tentar reverter situação. Fotos: Arquivo TN
Conformados. Colnago, Foletto e Manato dizem que a decisão vem de cima, Já Vidigal diz que vai tentar reverter situação. Fotos: Arquivo TN

Por Conceição Nascimento

Recentemente a Petrobras anunciou que irá transferir a unidade situada no Terminal Industrial Multimodal da Serra (TIMS) para Macaé, no Rio de Janeiro, fechando mais de mil postos de trabalhos diretos e indiretos e trazendo impactos para a economia da cidade. Situação que, pelo andar da carruagem, os políticos capixabas não vão conseguir reverter.

O vice-governador César Colnago (PSDB) disse que “a expectativa era de ampliação de postos para aproximadamente mil. Com a transferência, isso tudo pode ser jogado no chão. A situação é fruto dos desacertos de uma hemorragia provocada na empresa”, comentou Colnago.

O deputado federal Paulo Foletto (PSB) avalia que “o envolvimento na corrupção; a má administração e o valor do petróleo quebraram a Petrobras. Pode até acontecer tentativas da bancada federal para proteger o Estado, mas estas são decisões técnicas”, adiantou.

O deputado Carlos Manato (SD) lembrou que a companhia está cortando custos. “Neste corte de 30 bilhões que houve para investimentos, essas medidas devem acontecer. Só em fevereiro será possível fazer alguma movimentação com a bancada, mas é difícil reverter, pois é uma decisão que vem de cima”, disse Manato.

O deputado federal Sérgio Vidigal (PDT) diz que soube da possibilidade de saída da petrolífera e iniciou uma conversa com o governador Paulo Hartung (PMDB) no sentido de trabalhar para manter a unidade na Serra.

“Além disso, também estamos dialogando diretamente com a Petrobras para que a estatal mantenha sua estrutura em nossa cidade”, disse.

O que a serra perde

A unidade ocupa uma área de 230 mil metros quadrados no TIMS e desenvolve atividades de armazenamento de equipamentos e insumos usados no trabalho offshore, empregando diretamente 170 pessoas.

Comentários

Mais notícias

Três secretários de Audifax devem disputar as eleições municipais em outubro

  A Prefeitura da Serra confirmou a desincompatibilização dos secretários Igor Elson B. de Almeida e Elcimara Rangel dos cargos de secretário de Serviços e de...

Número de casos confirmados da Covid-19 sobe para 300 no Espírito Santo

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo aumentou. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da...

Serra tem 11 novos casos de coronavírus e registra 64 pacientes contaminados

Em 24 horas, a Serra teve um aumento significativo no número de casos confirmados do novo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada pela...

Novos partidos alteram o tabuleiro no plenário da Câmara da Serra

Os sem-partido Os vereadores passaram um perrengue nos últimos dias do prazo para filiação partidária para quem tem mandato, 3 de abril. Após o corre-corre,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem