Para moradores, incêndio na orla de Nova Almeida foi criminoso

0
Para moradores, incêndio na orla de Nova Almeida foi criminoso
Moradores denunciam que vegetação da orla foi envenenada antes do incêndio. (Foto: Vilson Vieira Jr.)

Na noite desta segunda-feira (22), a área de restinga da orla de Nova Almeida, na Praia da Barrinha, foi atingida por um grande incêndio. As chamas eram altas e podiam ser vistas das proximidades da Igreja Reis Magos. Na manhã desta terça (23), a reportagem do Tempo Novo esteve no local e constatou que o fogo atingiu a vegetação seca.

Um morador da região que não quis se identificar denunciou que o incêndio foi criminoso e que uma boa parte da vegetação no local tinha sido envenenada e estava seca. “Uma parte da vegetação está seca e ao derredor está totalmente verde. Quer dizer que aquela parte seca foi contaminada”, disse. Por volta das 23h, já não havia mais chamas na orla.

Presidente da Associação de Moradores de Nova Almeida Centro, Sérgio Loureiro Bermudes disse que o combate às chamas foi realizado por um grupo de moradores, mas o Corpo de Bombeiros foi acionado. “Os bombeiros chegaram por volta de 23h55 ao local e pedimos para que jogassem água sobre a parte seca da vegetação que não foi atingida para evitar novos focos de incêndio” contou Sérgio.

Ele também acredita que o incêndio tenha sido criminoso. “Fizeram uma demarcação e atearam fogo, que se alastrou por completo, em sequência. E eles vão colocar fogo na outra parte seca”, alerta Sérgio. A liderança comunitária pede, ainda, que a prefeitura da Serra limpe o local e separe de forma adequada a restinga do mato no intuito de preservá-la.

Por meio da assessoria de comunicação, o Corpo de Bombeiros informou que, às 22h, foi acionado para atender a ocorrência em Nova Almeida. Com um caminhão ABTS, a guarnição fez o controle das chamas. Disse, ainda, que não houve feridos e que não há informação de que o incêndio tenha sido criminoso.

A reportagem também entrou em contato com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). Por meio da assessoria, a Semma informou que uma equipe de Fiscalização da pasta esteve na orla de Nova Almeida e constatou a queimada. Disse, também, que o autor do incêndio não foi identificado para realizar o auto de infração e que a Polícia Civil foi acionada para investigar o caso. 

Comentários