Obras com dinheiro do Estado começam a sair do papel na Serra

0
Obras com dinheiro do Estado começam a sair do papel na Serra
Obra estava parada há 4 anos e foi retomada.. Foto: Gabriel Almeida

O Estado está investindo quase R$ 24 milhões na Serra, conforme anúncio do governador Renato Casagrande (PSB). Recursos para o Hospital Infantil, Unidade de Pronto-Atendimento (Upa), retomada da reforma da Norte Sul, melhorias na Av. Talma, reforma de colégio e posto policial estão na lista das obras viabilizadas com recursos estaduais.

Uma delas já está em andamento. É a reforma da Norte Sul entre Laranjeiras e Barcelona, que inclui recapeamento das pistas e construção de ciclovia entre o Terminal de Laranjeiras até as proximidades da entrada de Colina. O custo é R$ 2,7 milhões. Outro investimento é na estruturação do Hospital Materno Infantil, em Colina de Laranjeiras. A obra está sendo tocada pela Prefeitura, e o Estado repassará, por convênio, R$ 8,2 milhões para a aquisição de equipamentos.

Até agora, as obras do hospital já custaram R$ 47 milhões, sendo R$ 20 milhões do Município e R$ 27 milhões repassados pelo Governo Federal, segundo o prefeito Audifax Barcelos (Rede). Há também o convênio de R$ 2,1 milhões para compra de mobília e equipamentos para a Upa de Castelândia, obra municipal que deve ficar pronta em 12 de setembro.

Ainda não iniciada, a obra da Talma Rodrigues, entre o Civit II e Jacaraípe, terá recuperação de ciclovia, implantação de pista de caminhada, urbanização, paisagismo e iluminação em LED. Para as obras, serão repassados R$ 7 milhões do Estado para o Município, que deve executá-las.

Ainda não foi divulgada a data de início dos trabalhos. Já a recuperação das avenidas Rio Amazonas e José Rato, com ciclovia, em Bairro de Fátima, terá repasse de R$ 3,6 milhões. No entanto, esse convênio ainda falta ser repactuado e não há previsão de início das obras.

Também foi anunciado no início de agosto pelo governador a reforma e ampliação de escolas estaduais. Entre elas, está a Iracema Conceição Silva, em Chácara Parreiral.

A Secretaria Estadual de Educação (Sedu) disse, porém, que mais detalhes sobre esse investimento serão divulgados “assim que a Ordem de Serviço for autorizada”. A Sedu, no entanto, não respondeu à pergunta de quais outras escolas estaduais estariam na lista do governo para receber melhorias na Serra.

Comentários