24.8 C
Serra
quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

O novo round

Leia também

Jovens entram na corrida pela Câmara da Serra em 2020

Motivados e com disposição para novos desafios. Lideranças jovens da Serra estão atentas à movimentação das raposas politicas, e...

Projeto social abre filial em Castelândia e procura professor de violão voluntário

O projeto Restauração de Vida, que teve início no bairro Santa Rita, que fica próximo a Serra Dourada, está...

Cantor gospel de Nova Almeida ganha palcos de igrejas da Serra

Com 20 anos, o morador de Nova Almeida, Lucas Mutz, faz sucesso cantando música gospel nas igrejas da Serra. O...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

Essa eleição, mais que uma eleição, é a continuidade de uma queda de braço entre o ex-prefeito Sérgio Vidigal (PDT) e o atual Audifax Barcelos (PSB). Rivalidade que começou em 2008, quando o PDT não deu legenda para Audifax disputar a reeleição, optando pelo nome de Vidigal.

Em 2010 Audifax ‘deu o troco’ a Vidigal sagrando-se o deputado federal mais votado na Serra, com 93 mil votos, e campeão de votos também no Estado com 161.856 votos, contra 49 mil votos dados à Sueli Vidigal (PDT) aqui na Serra e 141.578 no Estado. Audifax sentiu-se de alma lavada com o resultado, imputando ao casal Sérgio e Sueli Vidigal uma derrota moral.

Em 2012 a queda de braço continuou, desta vez em confronto direto entre os dois, com Audifax ganhando a prefeitura de Vidigal, com 131.245 votos (61,39%) contra 80.299 votos (37,56). Além de perder a eleição, Vidigal saiu muito desgastado da Prefeitura, sendo acusado pelo sucessor de ter deixado uma dívida de mais de 200 milhões de reais.

Indireta

Agora é mais um round dessa queda de braço; não é um confronto direto porque Audifax não é candidato e nem tem sua esposa também disputando cargos, a queda de braço é indireta. É Vidigal disputando a eleição de deputado federal contra Vandinho Leite (PSB) e Manato (SDD), que têm o apoio de Audifax.

Vidigal desponta com a possibilidade de ser o mais votado. Para o ego dele é muito bom, mas não dá para cantar muito de galo, não. Afinal, a vitória não é sobre Audifax, é sobre dois prepostos que não carregam o mesmo DNA e nem dividem o cobertor com ele.

Esse resultado remete para mais uma queda de braço a ser realizada na eleição municipal de 2016. Audifax certamente será um dos protagonistas, disputando a reeleição; quanto à Vidigal, de acordo com pessoas do seu circulo de relacionamento, não deverá disputar a eleição, mas apostará todas as suas fichas em um nome do PDT e fará com ele o que Lula faz com a Dilma: colocará debaixo do braço e levará para todos os cantos.

Revanche

Para devolver a derrota de 2012 a Audifax, Vidigal conta sair muito bem dessa eleição, em ver o seu candidato a governador ser vitorioso nas urnas, que é Paulo Hartung (PMDB) e explorar o desgaste que o prefeito vem tendo nesta gestão. Aí sim, ele entra em um novo processo eleitoral fortalecido e vai para o campo de batalha com muitas armas e com grandes chances de vitória.

Para isso ele antes tem que combinar com o eleitor.  E torcer para que Audifax não se recupere do desgaste que vem sofrendo. Vai ser mais uma bela queda de braço. Quem viver verá.

 

 

 

Comentários

Mais notícias

Projeto social abre filial em Castelândia e procura professor de violão voluntário

O projeto Restauração de Vida, que teve início no bairro Santa Rita, que fica próximo a Serra Dourada, está tomando força e terá uma...

Cantor gospel de Nova Almeida ganha palcos de igrejas da Serra

Com 20 anos, o morador de Nova Almeida, Lucas Mutz, faz sucesso cantando música gospel nas igrejas da Serra. O jovem canta na igreja desde...

Marchinha de capixaba alerta sobre dengue, zika, chikungunya e malária

Tema de grande relevância para a saúde pública, as doenças transmitidas por pernilongos viraram marchinha de carnaval, unindo arte, humor, crítica política e social....

Fábrica da Fortlev na Serra abre vaga de emprego

A Fortlev, empresa com sede no Civit II, na Serra, está abrindo vaga de emprego para Analista de Qualidade. A empresa que é líder nacional...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem