22.9 C
Serra
quarta-feira, 03 de junho de 2020

 “O Contorno vai ser construído com dinheiro público para a ECO faturar pedágio”, denuncia deputado

Leia também

Para conviver com filhos, pais separados devem se adaptar na quarentena

Este artigo não remete necessariamente a opinião do Portal Tempo Novo, mas sim do advogado Leandro Sarnáglia. Desde o início...

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O atual deputado estadual Vandinho Leite cobra condicionantes para que Eco-101 assuma a concessão do futuro trecho do Contorno do Mestre Álvaro. Foto: Divulgação

Todo dia 10 de maio o capixaba pode colocar no calendário: tem reajuste de pedágio da Eco-101, mesmo com as obras de duplicação caminhando a passos de tartaruga.
E o contexto na Serra é ainda mais especial para a empresa, isso porque na semana passada o Governo Federal assinou a ordem de serviço para o início das obras do Contorno do Mestre Álvaro, ao custo de R$ 300 milhões, e quando concluída, a nova rodovia ficará nas mãos da empresa, conforme a previsão contratual.

A assinatura da ordem de serviço foi motivo de muita comemoração entre políticos da Serra, entretanto, é preciso “segurar a emoção” e ter mais “criticidade”, de acordo com o deputado estadual Vandinho Leite (PSDB).

Em contato com a reportagem do TEMPO NOVO, o deputado defendeu que se desenvolvam critérios para entregar a concessão do futuro trecho do Contorno do Mestre Álvaro à empresa. “O ES tem sido uma mãe para a ECO-101. A empresa não respeita o contrato de concessão, todo ano reajusta o preço dos pedágios e agora vai ganhar de mão beijada uma rodovia já duplicada e construída integralmente com dinheiro público? Isso sem se sequer estabelecer algumas condicionantes mínimas. É um absurdo, o capixaba não pode ficar refém dessa empresa, que inclusive é investigada pela Polícia Federal”, dispara o deputado.

Vandinho se refere Operação Infinita Highway da Polícia Federal, que em abril deste ano cumpriu mandado de busca apreensão na sede da Eco101, no bairro Taquara I. A polícia investiga um suposto esquema de superfaturamento das tarifas de pedágio nas rodovias federais do Espírito Santo, Bahia e Goiás.

O parlamentar critica a possibilidade de municipalização do trecho de Carapina a Serra Sede, após a construção do Contorno do Mestre Álvaro. “Depois de tudo, como pode a empresa ter a cara de pau de querer reajustar pedágio. Desde quando a Eco chegou já houve reajuste total de 42% no preço das tarifas, mas a duplicação da rodovia segue atrasadíssima. Dos 193 km que já deveriam ter sido duplicados, a empresa entregou apenas 20 km, e semana passada, recebeu a notícia da construção da ‘super-rodovia’. E este atual trecho que liga Carapina e Serra Sede, vão fazer o que com ele? Municipalizar? Está de brincadeira, vão deixar a batata quente com a prefeitura e pegar o filé mignon”.

Comentários

Mais notícias

Serra vai acolher idosos positivos para Covid-19 em hotel durante quarentena

A Prefeitura da Serra oferece uma nova modalidade de acolhimento no município para idosos e pessoas com deficiência. O Hotel Praia Sol, localizado em...

Em live, prefeito da Serra e do Macapá discutem gestão e pandemia nesta quarta

Os prefeitos Audifax Barcelos (Rede), da Serra, e Clecio Luiz, do Macapá, realizam live nesta quarta-feira (3) para discutir temas referentes à pandemia do...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!