27.7 C
Serra
sábado, 28 maio - 2022
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Novo prédio da Escola Aristóbulo Barbosa Leão começa a ganhar forma e será entregue em 2023

Leia também

Campanha de segurança de trânsito alcança 3 mil serranos

Desde o inicio deste mês, o Departamento Operacional de Trânsito (DOT), tendo em vista a campanha de conscientização de...

Polícia prende suspeitos de roubar carro com bebê e criança na frente de creche na Serra

A Policia Civil, por meio da Divisão Especializada de Furtos e Roubos de Veiculos, prendeu em flagrante um dos...

Lei torna hediondo crime praticado contra menores de 14 anos

O Presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 14.344/2022 que cria mecanismos para a prevenção e o enfrentamento da violência...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

Foto: Gabriel Almeida

Um ano após o início das obras, o novo prédio da Escola Aristóbulo Barbosa Leão, em Parque Residencial Laranjeiras, na Serra, começou a ganhar forma e sua estrutura já pode ser vista pelos moradores que circulam na região. A construção, que está orçada no valor de R$ 12 milhões, é muito aguardada por estudantes e profissionais da Educação e deve ser entregue somente em janeiro de 2023, ou seja, ainda tem mais um ano pela frente.

Há duas semanas, ainda não era possível observar o andamento da construção por fora do canteiro de obras. Isso porque a equipe estava trabalhando na preparação da fundação do prédio escolar. Entretanto, agora, já é possível observar que estruturas de aço foram instaladas no terreno. Veja abaixo imagens feitas pelo Jornal Tempo Novo:

A obra é de responsabilidade do Governo do Estado. O projeto prevê que a nova escola contará com 20 salas de aula comuns, um laboratório de informática, um laboratório comum, biblioteca, Centro de Idiomas, sala de dança, sala de música, quadra esportiva, duas miniquadras e um auditório. O terreno da escola está localizado próximo ao Shopping Laranjeiras e ao Terminal de Laranjeiras.

Vale destacar que a obra, que começou em 2012, foi abandonada dois anos depois: em 2014; na ocasião, o Estado afirmou que a empresa responsável pela construção faliu e não deu continuidade ao projeto. Em 2018, o Governo do Estado afirmou que o antigo prédio da escola – que começou a ser reformado – não estava em boas condições e demoliu o imóvel.

Atualmente, a escola está localizada num prédio alugado, em Jardim Limoeiro. No local, estudam mais de mil alunos e trabalham cerca de 100 funcionários.

Se somarmos o valor gasto com a reforma não concluída, com a demolição, com o aluguel pago pelo prédio em Limoeiro até 2019, e o novo investimento para a reconstrução da unidade escolar, serão no total R$ 24 milhões. Nessa conta, ainda não está o aluguel que será pago por tempo. Até 2019, eram R$ 78 mil por mês.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!