23.7 C
Serra
sábado, 16 outubro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Mulheres da Serra se reinventam na pandemia e promovem feira com comida e artesanato para sustentar famílias

Leia também

Câmara da Serra lança campanha para arrecadar e distribuir absorventes íntimos

A discussão sobre pobreza menstrual mobilizou a Mesa Diretora da Câmara da Serra. O presidente da Casa, vereador Rodrigo...

Serrana consegue anular dívida de R$ 14 mil após procurar ajuda no Procon-Ales

Com base na Lei 11.353, de autoria do deputado Vandinho Leite, que diz que moradores atuais das residências não...

Vidigal anuncia programa para castração e recolhimento de cães e gatos no município

O prefeito da Serra, Sérgio Vidigal, anunciou na tarde desta sexta-feira (15) que está criando, por meio da secretaria...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

No total, 15 mulheres estão a frente da iniciativa que terá início em outubro no bairro Costa Bela. Foto: Divulgação

A pandemia deixou muita gente desempregada, algumas por demissão outras por conta da necessidade de sair do trabalho por não ter com quem deixar os filhos neste período. E foi justamente de olho nesta situação, que mulheres do bairro Costa Bela arregaçaram as mangas e se uniram para criar o projeto Bela Arte que será responsável pela feira empreendedora do bairro.

A iniciativa é comandada por mulheres que moram no bairro e que fazem de tudo: confeitaria, salgados, bebidas e uma imensidade de artesanato.

À frente da equipe está Daniele Curty que conversou com o TEMPO NOVO e contou que o objetivo é dar o pontapé inicial na segunda quinzena de outubro. “Queremos que a feira aconteça todos os sábados, das 18 às 22h, e o local já escolhemos e está certo, que será a praça do CMEI Jorge Santana”, destaca Daniele.

Daniele disse que a feira terá barracas padronizadas e que possui apoio da Prefeitura da Serra na parte do lazer. “A prefeitura está incentivando na parte do lazer com palco e músicos e tem sido apoio muito importante para nós”, agradece.

“Nesta feira, estarão reunidas as histórias de 15 mulheres que deixaram seus empregos para tomar conta dos filhos na pandemia e que se reinventam com artesanatos, personalizados e doces para ajudar nas despesas de casa, e agora vamos mostrar o trabalho delas através da nossa feira”.

Segundo Daniele, muito mais do que levar o sustento para suas famílias, o artesanato ajuda também como terapia e válvula de escape para que as mulheres se sintam útil e ajudem muito além do que cuidar dos filhos e da casa.

De acordo com a organizadora, serão 15 barracas todas comandadas por mulheres, mais os brinquedos que serão disponibilizados para diversão da criançada.

“Teremos crochê, biscuit, bijuteria, moda praia, roupas, a parte de bebidas, salgados, confeitaria. Tudo está sendo feito e produzido por mulheres e queremos ser referência no município. Para isso temos conversado muito com o George Guanabara que já implantou a GastroArtes, em Colina de Laranjeiras e o Damasceno do projeto Visão para Todos que tem nos ajudado bastante”.

Para padronizar as barracas, o grupo está fazendo uma rifa para arrecadar valores que irão ajudar a pagar os custos dos equipamentos.

“Como vamos padronizar e fica bem caro o valor, a gente está fazendo uma rifa de três cestas de produtos artesanais para angariar fundos para pagar as barracas. Cada barraca sai em torno de R$ 500. Já conseguimos dar a entrada e agora falta pagar o restante e por isso estamos correndo atrás do valor”.

O bairro Costa Bela possui cerca de 1.200 moradores e mais de 70 empreendedores, que vão desde comerciantes a autônomos que vendem todo tipo de serviço.

Quem quiser comprar a rifa pode entrar em contato diretamente pelo Instagram Costa Bela Online clicando aqui.

Daniele disse ainda que além das 15 participantes já inscritas, outras mulheres também querem participar. “Como só temos 15 barracas só teremos estas vagas até que possamos adquirir mais equipamentos. As barracas ficarão com o projeto, ou seja, se alguma artesã sair, outra poderá ingressar na feira e terá a barraca garantida”.

Além desse projeto, Daniele coordena a horta comunitária do bairro e ações sociais com entrega de cestas básicas, higiene e limpeza.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!