Mortandade de peixes na Juara cai e estudo sai na segunda (04)

0
As tilápias têm apresentado feridas profundas. Esta, retirada de um tanque-rede, estava viva. Foto: Clarice Poltronieri
As tilápias têm apresentado feridas profundas. Esta, retirada de um tanque-rede, estava viva. Foto: Clarice Poltronieri

Clarice Poltronieri

A mortandade de peixes de água doce na lagoa Juara em Jacaraípe diminuiu.  Uma das prováveis causas é a diminuição da salinização da água por conta das chuvas dos últimos dias. A análise dos peixes coletados na última semana deve ficar pronta na próxima segunda (4), mas a das águas só em 45 dias.

Por hora, segue a orientação de não vender nem consumir peixes da lagoa até que saia o resultado das análises. “Só quem está vendendo é a Associação de Pescadores, que traz tilápias de Linhares. Nós estamos seguindo a recomendação de não vender. Depois da chuva, diminuiu a quantidade de peixes mortos, pois reduziu a salinidade da lagoa”, conta Jovani Soprani, pescador da lagoa.

A Associação de Pescadores da Juara, responsável pelo projeto de piscicultura, resolveu pagar uma análise das tilápias e reconhece a diminuição das mortes. Segundo o presidente da entidade, Deraldo Balestrero, a mortandade está relacionada a duas questões: a salinização da água e o que ele chama de ‘futucão’, que são pescadores clandestinos que batem nos tanques rede para fazer a tilápia fugir. “Isso deixa o peixe estressado e machucado. Junta o sal e fica desse jeito”, diz.

A assessoria de imprensa da Prefeitura diz que o resultado da análise dos peixes está previsto para a próxima segunda (4), o da água em 45 dias, e que pediu urgência nos resultados.

Já a assessoria do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema) afirma que técnicos foram à lagoa na última segunda (27) e constataram redução da mortandade. Afirmou que técnicos do instituto vão se juntar aos da prefeitura, para estudar o caso. Moradores que virem peixes mortos no local podem acionar a Prefeitura pelos telefones 99951-2321 e 0800-2839780.

Comentários