25.1 C
Serra
sábado, 23 de novembro de 2019

Moro e Contarato protagonizam briga em audiência no Senado

Leia também

Depois de resgate difícil no Mestre Álvaro, homem é levado com diversas fraturas para hospital

Após cair de uma altura de 10 metros e ser arrastado por uma cachoeira, Marcos Francisco Santana, mais conhecido...

Saiba onde fazer doações para vítimas das chuvas

Uma corrente de solidariedade está mobilizando moradores da Serra. Trata-se do recolhimento e distribuição de donativos às vítimas das...

Qual é o peso do ex-deputado federal Manato na sucessão serrana de 2020?

Carlos Manato é sem dúvidas um dos grandes líderes da política capixaba na atualidade! De 2002 a 2014, ele...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Ministro e senador entraram em rota de colisão durante audiência. Foto: Divulgação / Agência Brasil

O ministro do Governo Bolsonaro, Sérgio Moro, está no Senado Federal nesta quarta-feira (19) para prestar esclarecimentos sobre os vazamentos do site The Intercept Brasil, que divulgou supostas conversas entre o ministro e procuradores da Lava Jato. O senador capixaba, Fabiano Contarato, discursou durante a Audiência Pública e acabou entrando em rota de colisão com Moro.

O senador disse que apoio a Lava Jato, mas afirmou que os fins não justificam os meios. Disse ainda ao Ministro que se fosse ele na situação em que Moro se encontra, já estaria preso. “Se eu, como delegado, fizesse contato com as partes de um inquérito, e isso chegasse ao MP, ou ao Judiciário, acho que sairia preso da delegacia, afirmou.

Mas o ponto alto da discussão aconteceu quando Sérgio Moro sugeriu que Fabiano Contarato defendia a anulação de decisões da Lava Jato, ao ouvir isso do ministro, o capixaba acabou se irritando.  “Não coloque palavras na minha boca porque eu defendo a operação. O que eu não defendo é quebra do principio de isonomia que é uma garantia constitucional e do Código de Processo Penal. Isso nós temos que enfrentar”, disse Contarato.

Moro diz que são conversas normais

Sobre as mensagens vazadas que podem por em dúvida a atuação de Moro enquanto juiz, o ministro Sérgio Moro disse durante a audiência que são conversas normais. “São normais conversas entre juízes, procuradores, policiais e entre advogados. A questão do (uso do) aplicativo (Telegram) foi apenas (para possibilitar) uma troca de mensagens mais rápida – se é que estas mensagens são de todo autênticas”, declarou Moro.

Comentários

Mais notícias

Saiba onde fazer doações para vítimas das chuvas

Uma corrente de solidariedade está mobilizando moradores da Serra. Trata-se do recolhimento e distribuição de donativos às vítimas das chuvas, que estão castigando a...

Qual é o peso do ex-deputado federal Manato na sucessão serrana de 2020?

Carlos Manato é sem dúvidas um dos grandes líderes da política capixaba na atualidade! De 2002 a 2014, ele foi eleito deputado federal quatro...

Espaço Cidadão da Assembleia Legislativa vence prêmio nacional

O projeto “Espaço Assembleia Cidadã” elevou a Assembleia Legislativa do Espírito Santo ao patamar de melhor atendimento ao cidadão no país. A escolha, feita...

Após nove horas interditada, BR-101 é liberada na Serra

Após ficar por nove horas interditada em diversos pontos, a BR-101 foi liberada na Serra. Segundo informações da Eco 101, concessionária que administra a...

Você também pode ler

Comentários
javascript:void(0)
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!