25.8 C
Serra
sexta-feira, 03 de abril de 2020

Moradores temem novos deslizamentos de ribanceira na Serra

Leia também

Serra tem 23 casos confirmados de coronavírus, diz Secretaria da Saúde

A Serra registrou mais um caso confirmado do novo coronavírus. De acordo com a última atualização publicada pela Secretaria...

Casagrande anuncia que comércio vai ficar fechado até 12 de abril

Os comércios classificados como não essenciais vão continuar de portas fechadas até o próximo dia 12 de abril. Durante...

Materiais de construção, serviços automotivos e lojas de chocolate poderão funcionar

A partir desta segunda-feira (6), estarão liberados para funcionar as lojas de material de construção e serviços automotivos no...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A ribanceira fica na rua Santa Luzia, em José de Anchieta II. Foto: Internauta

O sol voltou a aparecer no Espírito Santo, mas o medo de novos deslizamentos continua na cabeça de moradores do bairro José de Anchieta II. Isso acontece porque na comunidade existe um barranco que, toda vez que chove, uma parte de terra se desprende e cai no meio da rua Santa Luzia. Além disso, existem casas em cima e abaixo da ribanceira.

Na última sexta-feira (22) – dia que uma forte chuva atingiu a Serra – uma parte da ribanceira veio se desprendeu, desabou e assustou os moradores próximos. Um vídeo enviado por populares e publicado pelo TEMPO NOVO mostra o desespero da comunidade por conta do ocorrido. Só este ano, o barranco já desabou, pelo menos, umas três vezes.

A moradora da comunidade, Margarida Couto, reclama da situação. “Há anos recebemos promessas de que seria feito um muro de arrimo nesse barranco, mas até hoje só ficou no papo. Eu moro em frente e toda vez que começa a chover, a preocupação toma conta de mim e da minha família. Só Deus para nos guardar”, afirma.

Leia também: Ribanceira começa a desabar e pode atingir casas na Serra

Margarida ainda disse que esse ano a ribanceira desabou umas três vezes. “É só chover forte que a terra se desprende. Na penúltima vez, era tanta terra que a rua precisou ser interditada até que uma equipe da prefeitura veio limpar o local. Precisamos de uma solução logo”, reclama.

Dório Ribeiro também reclama do problema. O morador tem uma residência abaixo da ribanceira e teme deslizamentos. “A Prefeitura está gastando tanto dinheiro com coisas bobas e investindo em bairros de alto padrão, mas nas comunidades mais simples nada é feito. Nosso bairro está abandonado pelo poder público e essa ribanceira é a prova disso”, disse o popular.

Prefeitura não tem previsão de fazer obras em ribanceira

O TEMPO NOVO entrou em contato com a Prefeitura da Serra para apresentar as denúncias dos moradores. A reportagem questionou se o Município pretende realizar alguma obra de contenção na ribanceira.

A assessoria de imprensa disse que a Defesa Civil monitora as encostas do município, inclusive no bairro citado, “e toma as medidas necessárias”. Informou ainda que uma equipe da Secretaria de Obras também já esteve no bairro realizando vistoria para análise de viabilidade técnica de obras no local.

Veja vídeo de ribanceira desabando: 

 

Comentários

Mais notícias

Casagrande anuncia que comércio vai ficar fechado até 12 de abril

Os comércios classificados como não essenciais vão continuar de portas fechadas até o próximo dia 12 de abril. Durante uma coletiva de imprensa realizada...

Materiais de construção, serviços automotivos e lojas de chocolate poderão funcionar

A partir desta segunda-feira (6), estarão liberados para funcionar as lojas de material de construção e serviços automotivos no horário das 10 às 16...

ES registra segunda morte por coronavírus, diz Casagrande

O Espírito Santo registrou a segunda morte causada pelo novo coronavírus. A informação foi dada pelo governador Renato Casagrande (PSB) durante uma coletiva de...

Covid-19 | Espírito Santo vai receber mais de 9 mil testes rápidos

O Ministério da Saúde iniciou, na quarta-feira (1º), a distribuição dos 500 mil testes rápidos para diagnóstico de coronavírus (Covid-19) no país. Os testes...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem