22.1 C
Serra
sábado, 15 de agosto de 2020

Moradora encontra duas crianças perdidas em Feu Rosa

Leia também

Funcionando irregularmente, bares são fechados pela Polícia Militar na Serra

Mesmo em meio à pandemia causada pelo coronavírus e com um decreto do Governo do Estado que proíbe o...

Audifax diz que obra da rotatória de Maringá será entregue nos próximos dias

Após não cumprir a promessa de entregar a obra da Rotatória de Maringá no final de julho, a Prefeitura...

Morador cobra sinalização de ruas em Barcelona há um ano

Faixas de pedestre apagadas, quebra molas e vagas prioritárias de idosos e  deficientes físicos sem pintura, e ausência de...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Segundo internauta, a mãe é dependente química e já perdeu a guarda das crianças. Foto: Reprodução/Facebook
Segundo internauta, a mãe é dependente química e já perdeu a guarda das crianças. Foto: Reprodução/Facebook

Por Clarice Poltronieri

Já foi localizada a família das duas crianças que aparecerem perdidas por volta das 13h desta sexta (22) em Feu Rosa. A informação é da conselheira tutelar Tânia Maria Molaes, que recolheu as crianças há cerca de cinco minutos.

Sob a condição do anonimato, uma moradora que ajudou a acolher as crianças disse que elas foram encontradas correndo pelas ruas do bairro. Segundo essa moradora as pessoas estranharam, pois nunca as viram no local e decidiram acionar o Conselho Tutelar.

A moradora acrescentou que são dois meninos, que são irmãos.  Um deles aparenta ter entre 4  e 5 anos e o outro entre 6 e 7 anos. A moradora disse ainda que as crianças deram respostas muito confusas. Primeiro disseram que moravam em Jacaraípe e depois em Laranjeiras.

“Quando saí de minha casa, vi os dois correndo, mas nunca os tinha visto por aqui. Perguntei onde eles moravam e eles deram respostas diferentes. Depois meu filho os viu na rua e me avisou. Achei estranho e chamei minha vizinha. Fomos lá para conversar com eles”, relatou a mulher que ajudou a acolheu os meninos.

Dependência e agradecimento

Numa rede social, Renata Demuner, que se identifica como amiga da família, disse que as crianças estão sob a guarda da avó, pois a mãe é dependente química e teria perdido a guarda.

No relato de Renata, as crianças fugiram logo após uma visita da mãe à casa da avó, pois o cadeado do portão foi esquecido aberto. Renata disse ser amiga da avó que pediu para agradecer as pessoas que ajudaram e cuidaram dos dois irmãos.

Comentários

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Audifax diz que obra da rotatória de Maringá será entregue nos próximos dias

Após não cumprir a promessa de entregar a obra da Rotatória de Maringá no final de julho, a Prefeitura da Serra afirmou que as...

Morador cobra sinalização de ruas em Barcelona há um ano

Faixas de pedestre apagadas, quebra molas e vagas prioritárias de idosos e  deficientes físicos sem pintura, e ausência de faixa divisora de fluxo de...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!