23.9 C
Serra
terça-feira, 22 de setembro de 2020

Morador denuncia lixão no bairro Eldorado e pede limpeza

Leia também

Quer emprego? Sine da Serra abre 166 novas vagas de trabalho nesta terça

Com oportunidades para diversas profissões, a terça-feira (22) chegou recheada de novas vagas de emprego no Sine da Serra....

Casagrande critica Bolsonaro por “negacionismo” de incêndios no Brasil

Em meio a incêndios que destroem o Pantanal e a Amazônia no Brasil, o governador Renato Casagrande (PSB), criticou,...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O problema acontece na rua Rio Marinho próximo a diversas residências. Foto: Divulgação leitor

Na rua Rio Marinho, no bairro Eldorado, a reclamação é um lixão que se formou no local há cerca de um ano e está tomando proporções gigantescas.

Segundo  Ana Luiza Silva, que é moradora da rua, o problema se agravou desde que em Novo Porto Canoa, a área que era utilizada para descarte irregular de entulho e restos de móveis, foi utilizada para a construção da pista de bicicross. “A pista ficou maravilhosa. Mas os sujões migraram para cá agora. Não vejo moradores jogando lixo ali. Vejo caminhões de empresas e muitos carroceiros”, denuncia.

Segundo Ana, a Prefeitura já fez algumas limpezas no local, mas já tem mais de mês que não é feita intervenção na área. “A Prefeitura limpa, mas sujam rapidamente de novo. Descartam de tudo aqui: móveis velhos, entulho, lixo doméstico, animais mortos. Tem muitas casas próximas a área e essa situação causa um desconforto muito grande”, destaca.

O TEMPO NOVO entrou em contato com a Prefeitura da Serra que disse que o município realiza a limpeza com frequência no local e conta com a colaboração da população para que o mantenha limpo. Também disse que uma nova limpeza já está programada.

Por meio de nota afirmou que a Prefeitura possui um programa de combate ao descarte irregular de lixo e entulho. Além de blitze para vigiar o transporte de entulho, são feitas limpezas dos terrenos e campanhas de conscientização.

Este ano, até agosto, o gasto com recolhimento de entulhos na Serra já gerou um prejuízo de mais de R$ 2,3 milhões. Com este valor daria para construir uma creche para mais de 300 alunos.

Os locais corretos para descartar entulho são o Projeto João de Barro, em Novo Porto Canoa; e a Área de Transbordo e Triagem (ATT), em Barcelona. Acima de 15 sacos de resíduos, é preciso contratar caçamba. Para quem descarta entulho em local irregular a multa pode chegar a R$ 10 mil.

Denúncias

Os moradores podem realizar denúncias do descarte irregular de entulho, enviando fotos e vídeos de flagrantes de irregularidades para o WhatsApp 99976-2595.

Confira algumas imagens do local:

Comentários

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Casagrande critica Bolsonaro por “negacionismo” de incêndios no Brasil

Em meio a incêndios que destroem o Pantanal e a Amazônia no Brasil, o governador Renato Casagrande (PSB), criticou, nesta segunda-feira (21), o "negacionismo"...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!