24.6 C
Serra
domingo, 09 de agosto de 2020

“Minha candidatura a prefeito é irreversível, é um caminho sem volta”

Leia também

Está procurando emprego? Sine da Serra abre 79 vagas de trabalho nesta segunda

Quem está procurando uma oportunidade de trabalho deve ficar atento. A semana vai começar com 79 vagas abertas no...

“Não é uma gripezinha, é uma pandemia”, diz Contarato sobre 100 mil mortes por Covid-19

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) se manifestou sobre as 100 mil mortes causadas pelo coronavírus desde o início...

Brasil ultrapassa 100 mil mortes causadas pela Covid-19

O Brasil atingiu neste sábado (8) o número de 100 mil 477 mortes por Covid-19, desde o início da...
Eci Scardini
Fundador do Jornal Tempo Novo, Eci Scardini também escreve para editorias do portal.

Moreira articula ampla frente partidária para ser candidato em 2020 (Foto: Arquivo TN)

O veterano Luiz Carlos Moreira (MDB), ex-deputado e atual vereador da Serra, articula uma ampla frente partidária para lhe dar sustentação visando uma candidatura a prefeito. Para os céticos que duvidam de suas intenções, ele recorre à divindade: “Deus destinou esse caminho para mim e serei vitorioso”. Além disso, a ‘raposa’ promete colocar na rua um exército de 170 candidatos a vereador em 2020. Já na relação com o prefeito Audifax Barcelos (Rede), do qual é aliado, ele defende uma campanha independente e diz que vai melhorar as áreas de saúde e ação social, caso saia vitorioso no ano que vem.

É para valer mesmo essa futura candidatura?

Não estou brincando, é para valer mesmo. Minha candidatura a prefeito é irreversível, é um caminho sem volta. Já tenho um histórico político grande com três mandatos de deputado e dois de vereador. No Executivo, fui secretário de saúde três vezes, de ação social; conheço o município, as suas necessidades, aquilo que precisamos fazer diferente. Então, vou colocar minha candidatura, conversando e ouvindo as comunidades, andando bairro a bairro e montando um plano de governo para consolidar nossa candidatura a prefeito.

Como fica a relação com o prefeito Audifax?

Estou junto com a administração do prefeito Audifax, mas acho que chegou o momento de avaliar nosso município de forma independente. É nesse caminho que nós vamos. Teremos uma aliança partidária ampla, com 150 a 170 candidatos a vereador. Nem tempo de almoçar tenho tido, com reclamação da família. Mas para falar com Deus eu não perco tempo. Ele destinou esse caminho para mim e serei vitorioso.

Você pode enumerar os partidos que estão com você nessa corrida para 2020?

Eu prefiro não citar, porque todas as vezes em que dei declarações sobre isso, os inimigos vão atrás para tomar os partidos. Foi um caso que ocorreu com o Avante, que estava na nossa coligação. Quando nós anunciamos, começou uma articulação de todos os lados possíveis e perdemos o Avante. Então, é o momento de trabalhar mais quieto e mais estrategicamente, mas não teremos menos de cinco partidos na nossa coligação.

E qual é o seu sentimento da rua? O que as pessoas dizem?

Estamos plantando sementes. As pessoas acreditam nesse projeto, querem mudança que quebre esse ciclo de 24 anos. Ainda não percorri sistematicamente os bairros, mas de antemão o que sinto é aceitação. As pessoas me dizem: “Você tem que vir”, ‘Precisamos de nomes novos” e “Acreditamos em você”. Então, como eu acredito no Senhor Deus, acho que não tem jeito de dar errado.

O que você enxerga para o futuro da Serra e da população?

Olha, se você me perguntar assim: “Onde você vai começar, modificando completamente?”, eu vou te responder… é na saúde. Porque sou médico e já fui secretário; portanto, sei onde estão acertando e sei onde estão errando. Pode ter certeza que vai mudar da água para vinho. Mas saúde está ligada à educação e à ação social. Essas são minhas grandes bandeiras.

Comentários

Eci Scardini
Fundador do Jornal Tempo Novo, Eci Scardini também escreve para editorias do portal.

Mais notícias

“Não é uma gripezinha, é uma pandemia”, diz Contarato sobre 100 mil mortes por Covid-19

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) se manifestou sobre as 100 mil mortes causadas pelo coronavírus desde o início da pandemia no Brasil. O...

Brasil ultrapassa 100 mil mortes causadas pela Covid-19

O Brasil atingiu neste sábado (8) o número de 100 mil 477 mortes por Covid-19, desde o início da pandemia do novo coronavírus. Nas...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!