Manifestação fecha parte da ES 010 e Norte Sul

0
Os alunos estão concentrados no local desde a sete da manha. Foto: Gabriel Almeida.
Os alunos estão concentrados no local desde a sete da manhã. Foto: Gabriel Almeida.

Por Gabriel Almeida

Uma manifestação que acontece neste momento está deixando o trânsito das rodovias ES-010 e Norte x Sul caótico. Isto porque os alunos da escola estadual Aristóbulo Barbosa Leão (ABL) tomaram as vias para reclamar da falta de segurança, dificuldade para embarcar em um ônibus e a reforma atrasada da escola que fica em laranjeiras.

Desde que as obras se iniciaram os alunos foram transferidos para um local provisório, que antes funcionava como uma faculdade. O ABL funciona hoje no prédio do antigo Cedaf, que fica numa região muito perigosa, segundo os estudantes.

A manifestação também acontece pelo projeto “Escola Viva” que propõem que os alunos da rede estadual estudem em tempo integral.

A aluna do terceiro ano, Kemily Assis relata que a escola não tem nenhuma infraestrutura para que os alunos fiquem em tempo integral. “Não estamos aqui para fazer bagunça e sim para reivindicar nossos direitos”.

Kemily também reclamou da dificuldade para embarcar em ônibus. “Fico mais de duas horas para tentar embarcar em um ônibus. É um absurdo” relata Kemily que está indignada com a situação.

Trânsito

transiiiiiiO motorista Wilson reclama que já estava a mais de 40 minutos no trânsito. “Estou há mais de 40 minutos agarrado aqui, se o manifesto já está feito acho que já pode liberar o trânsito”, reclamou.

Os alunos também fizeram manifestação e fecharam o trânsito na noite de ontem (19). As queixas trazem à tona as dificuldades enfrentadas pelos alunos do Aristóbulo, em Laranjeiras, que está em reforma desde maio de 2012.

Após o início das obras, os alunos foram transferidos para uma unidade provisória, em Jardim Limoeiro, onde anteriormente funcionava uma faculdade particular.

Com a mudança, os estudantes reclamam da dificuldade para embarcar nos ônibus após o término das aulas, da insegurança e condições inadequadas de ensino. As aulas de educação física são realizadas no estacionamento da unidade.

Uma aluna que não quis se identificar comentou que a manifestação não estava programada e acrescentou que não concorda com o movimento, já que interrompe o trânsito. “Quem tinha carro foi pra casa, mas outros alunos precisarão ir a pé para o Terminal de Laranjeiras”, observou a jovem.

A obra

O custo da reforma é orçado em R$ 7,9 milhões. Só o aluguel do prédio de Jardim Limoeiro já consumiu 31% desse valor, R$ 2,5 milhões desde maio de 2012.

Comentários