21.3 C
Serra
sexta-feira, 05 de junho de 2020

Mais de 10 mil metros de rede apreendidas na Juara

Leia também

Mudanças no primeiro escalão da Prefeitura da Serra

Dois secretários municipais, Luciana Malini e Jolhiomar Massariol, foram remanejados entre secretarias da Mulher e da Coordenadoria de Governo...

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há mais de 15 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O pescado foi doado para uma instituição beneficente. Foto: Divulgação
O pescado foi doado para uma instituição beneficente. Foto: Divulgação

Uma operação da Fiscalização Ambiental da Serra com a Polícia Ambiental mais uma vez flagrou o uso irregular de rede e tarrafas na Serra. Desta vez, foi na lagoa Juara, em Jacaraípe.

Foram apreendidas aproximadamente dez mil metros de rede e 15 tarrafas, além de 130 quilos de pescado.

Os peixes foram doados para uma instituição beneficente. Este foi o último fim de semana do período da piracema, iniciado em novembro. A proibição da pesca acontece porque durante estes meses algumas espécies de peixes sobem os rios e buscam as lagoas para se reproduzir. A ação aconteceu no último sábado (27).

Crime ambiental

Um dos infratores flagrados foi conduzido pela Polícia Militar Ambiental até a Delegacia da Serra. Pela prática de pesca irregular, ele responderá por crime ambiental e teve ainda 1,6 mil metros de rede apreendidos.

Mesmo após o período da piracema, a fiscalização ambiental continuará a realizar ações de forma rotineira nas lagoas e rios do município.

O objetivo é evitar infrações como a prática de pesca sem habilitação (carteirinha de pescador), uso de malhas com tamanho fora do permitido e de técnicas ilegais como o bate-bate, que consiste na utilização de um objeto que é batido na água com o objetivo de direcionar os peixes para os locais com rede.

É proibida a pesca de peixes nativos durante a piracema. Já em relação às espécies exóticas, fica permitida apenas a pesca desembarcada, por meio de linha de mão.

Denúncias

A população pode denunciar para que os infratores sejam flagrados. Os telefones da Fiscalização Ambiental são (27) 99951-2321 e 0800 283 9780.

Comentários

Mais notícias

Serra liberada para investir dinheiro da taxa de luz no combate à covid-19

O município também irá investir em obras e pagamento de precatórios. Valor é referente a 30% da Cosip

Está na Câmara projeto que cria auxílio emergencial de R$ 400 para moradores da Serra

O município da Serra poderá ter seu próprio auxílio emergencial destinado aos moradores financeiramente mais afetados pela crise decorrente do coronavírus. Isso porque já...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!