Mais de 10 mil metros de rede apreendidas na Juara

0
O pescado foi doado para uma instituição beneficente. Foto: Divulgação
O pescado foi doado para uma instituição beneficente. Foto: Divulgação

Uma operação da Fiscalização Ambiental da Serra com a Polícia Ambiental mais uma vez flagrou o uso irregular de rede e tarrafas na Serra. Desta vez, foi na lagoa Juara, em Jacaraípe.

Foram apreendidas aproximadamente dez mil metros de rede e 15 tarrafas, além de 130 quilos de pescado.

Os peixes foram doados para uma instituição beneficente. Este foi o último fim de semana do período da piracema, iniciado em novembro. A proibição da pesca acontece porque durante estes meses algumas espécies de peixes sobem os rios e buscam as lagoas para se reproduzir. A ação aconteceu no último sábado (27).

Crime ambiental

Um dos infratores flagrados foi conduzido pela Polícia Militar Ambiental até a Delegacia da Serra. Pela prática de pesca irregular, ele responderá por crime ambiental e teve ainda 1,6 mil metros de rede apreendidos.

Mesmo após o período da piracema, a fiscalização ambiental continuará a realizar ações de forma rotineira nas lagoas e rios do município.

O objetivo é evitar infrações como a prática de pesca sem habilitação (carteirinha de pescador), uso de malhas com tamanho fora do permitido e de técnicas ilegais como o bate-bate, que consiste na utilização de um objeto que é batido na água com o objetivo de direcionar os peixes para os locais com rede.

É proibida a pesca de peixes nativos durante a piracema. Já em relação às espécies exóticas, fica permitida apenas a pesca desembarcada, por meio de linha de mão.

Denúncias

A população pode denunciar para que os infratores sejam flagrados. Os telefones da Fiscalização Ambiental são (27) 99951-2321 e 0800 283 9780.

Comentários