• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.690 casos
  • 967 mortes
  • 48.401 curados
25 C
Serra
terça-feira, 13 abril - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 50.690 casos
  • 967 mortes
  • 48.401 curados

“Maconha é porta para outras drogas”

Leia também

CPI dos Maus-Tratos irá ouvir homem suspeito de golpear cadela com facão na Serra

O homem suspeito de dar golpes de facão na cabeça de uma cadela na Serra será ouvido pela CPI...

Em apenas 24 horas, Serra perde mais 11 moradores para o coronavírus e atinge 967 óbitos

Um dado estarrecedor do pico da pandemia causada pelo coronavírus – em maio de 2020– voltou a assombrar os...

Serra começa a vacinar policiais e guardas municipais contra o coronavírus nesta quarta

A Prefeitura da Serra, através da Secretaria de Saúde da Serra (Sesa), iniciará a vacinação dos trabalhadores da força...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

CASA MILITAR. “Vamos Trabalhar em articulação com a secretaria de Ação Estratégica”.

Por Conceição Nascimento

Nomeado chefe da Casa Militar no Governo Paulo Hartung (PMDB), José Nivaldo Campos concedeu entrevista ao Jornal Tempo Novo, quando falou sobre a função da pasta comandada por ele e segurança pública.

Qual a função da Casa Militar no Governo do Estado

A Casa tem um papel de segurança institucional voltado para questões políticas e de segurança pública. Ela tem as atribuições de transporte aéreo de pessoas para atendimento de transporte de órgãos. E na visão institucional, os profissionais do governo precisam de motoristas com segurança para trabalhar.

Tem alguma orientação específica do governador?

Trabalhar juntamente com a Secretaria de Ações e Estratégicas com foco na defesa pública, diretamente com atividades policiais ou de gestão prisional.

Qual orçamento da Casa e quantos funcionários?

Em torno de R$ 8 milhões e 40 servidores, incluindo pilotos e mecânicos. O forte desse orçamento é a operação aérea. Exemplo, os helicópteros que apagam incêndios, como em Domingos Martins.

Qual sua visão sobre segurança pública?

É uma preocupação de quatro décadas, citando a violência e a criminalidade. Precisa de um conjunto de ações dos governos do Estado e Federal, além da participação da sociedade. Só ações da polícia não vão funcionar. Mas precisamos compreender que até o bandido tem família.

Moradores da Serra e comerciantes reclamam do baixo número de policiais…

O sexto batalhão é vinculado ao comando da Polícia Militar e do secretário da Segurança Pública. Não tenho como abordar essa questão.

Fechamento de bares à 1h na Serra pode resolver o problema da violência?

Existem experiências em outros estados, cidades que trazem efeitos positivos. Todas as medidas tomadas para combater o crime são bem vindas.

O senhor é a favor da legalização da maconha?

Não. Convivemos com sérios problemas de drogas, existem drogas lícitas que trazem prejuízo particular. Temos o cigarro e o álcool em excesso, que acabam provocando a violência. A liberação da maconha no uso estimula a outros passos até o crack. Não privar de liberdade quem usa já é um avanço.

Qual a sua relação com a Serra?

Minha família mora aqui desde 1978. Eu estava estudando fora depois eu voltei. Moro aqui e vou continuar.

O que acha do crescimento da cidade?

Em 1950, a Serra tinha menos de 10 mil habitantes. Em 1970 já tinha quase o dobro, e dai pra cá explodiu. Antes as pessoas tinham vergonha da Serra, mas hoje é um município bom para morar. Passei para a reserva da polícia em 2003, quando instalei a empresa SEI (Segurança Inteligente), que oferta serviços de vigilância e outros.

Quais funções ocupou na corporação?

Aluno oficial, depois aspirante e cheguei a coronel, sempre na área de inteligência; fui da rádio patrulha; fui do trânsito. Fui promovido a tenente coronel, passei a ser subsecretário de Justiça, fui secretário de Segurança.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!