22.1 C
Serra
quarta-feira, 08 de julho de 2020

Lojistas de Laranjeiras marcam novo ato por reabertura total do comércio

Leia também

Nova Lei obriga a notificação de casos de violência no Estado

Publicada no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (8), a Lei 11.147/2020 obriga profissionais que atuam em serviços de...

ArcelorMittal vai retomar parte da capacidade produtiva em Tubarão

Maior indústria instalada na Serra e que está com sua capacidade produtiva reduzida à menos da metade, a ArcelorMittal...

Mais de 400 empresas já fecharam na Serra durante a pandemia

Levantamento feito pelo Sebrae/ES junto à Receita Federal, apontou que 442 empresas encerram suas atividades entre o dia 16...
Bruno Lyrahttps://www.portaltemponovo.com.br
Repórter do Tempo Novo há mais de 10 anos, Bruno Lyra escreve para diversas editorias do portal, principalmente Economia e Meio Ambiente, das quais é o responsável.

Um dos protestos feito por grupo de lojistas de Laranjeiras na semana passada. Foto: Divulgação leitor

Um grupo de lojistas de Laranjeiras promete fazer na manhã desta quarta-feira (03), mais um ato pela abertura total do comércio.

Um dos articuladores da iniciativa, o empresário André Lucas Venturote, diz que o ato está previsto para começar às 8h em frente próximo ao Ciretran, na Av. Central do bairro.

Segundo ele, a intenção dos manifestantes é sair em passeata pela avenida, coração do comércio de rua da Serra. O grupo já havia promovido dois protestos em Laranjeiras nos últimos dias 25 e 26 de maio.

A reivindicação dos comerciantes é a liberação para a abertura total dos estabelecimentos, medida que consideram fundamental para evitar mais falências e demissões nesta pandemia.

André lembrou que desde o início da pandemia diversas lojas foram fechadas em Laranjeiras. Dentre elas a Baby Kids, Toke Shoes, Cereja com Pimenta, Perfil da Moda (uma das unidades), Laboratório Cremasco, Faculdade Única. No Shopping Laranjeiras, a papelaria Gecore abaixou as portas.

Atualmente, por determinação do governo estadual, estabelecimentos que vendem produtos e serviços considerados não essenciais só podem abrir em dias alternados e em horário limitado, além de não poderem funcionar aos sábados.

Na última segunda-feira o governo do ES voltou a autorizar a abertura de shoppings, fechados desde março. Mas também com uma série de restrições para tentar conter o avanço da covid-19.

Epidemia segue em ascensão e tem recorde de mortes

Enquanto se aprofundam os impactos econômicos, a doença não dá trégua no Brasil, que junto com seus vizinhos da América do Sul, se tornou epicentro da moléstia no mundo. A afirmação é da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Ontem (02) o país bateu recorde de mortos pelo novo coronavírus num dia: 1.262. O Espírito Santo também, com 36 mortes.

O ES já acumula 664 vítimas fatais da doença. E a Serra é a cidade com mais moradores mortos, 166 óbitos até a noite da última terça-feira

(02).

Comentários

Mais notícias

ArcelorMittal vai retomar parte da capacidade produtiva em Tubarão

Maior indústria instalada na Serra e que está com sua capacidade produtiva reduzida à menos da metade, a ArcelorMittal Tubarão anunciou nesta quarta-feira (08)...

Mais de 400 empresas já fecharam na Serra durante a pandemia

Levantamento feito pelo Sebrae/ES junto à Receita Federal, apontou que 442 empresas encerram suas atividades entre o dia 16 de março – data em...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!