22.6 C
Serra
segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Limpeza, hidratação e reequilíbrio do PH das orelhas auxiliam prevenção da otite em cães e gatos

Leia também

Serra está há dois dias sem registrar mortes causadas pelo coronavírus, diz Estado

Mesmo seguindo na liderança do número de mortes causadas pela Covid-19 no Espírito Santo, a Serra não registra moradores...

Candidatura de Bruno Lamas é teste de popularidade do Governo nas eleições 2020

Os resultados das eleições de novembro, na Serra, podem ser a resposta do povo às ações do Governo do...

Políticos capixabas lamentam marca dos 100 mil mortos por coronavírus no Brasil

Políticos de todo o país manifestaram preocupação com o avanço do número de mortos em decorrência da Covid-19. O...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Frequente em cães e gatos, a otite é uma enfermidade caracterizada pela inflamação das orelhas. “Trata-se de uma doença provocada por diferentes fatores, como dermatopatias, doenças endócrinas e imunomediadas, conformação das orelhas (orelhas pendulares e com pele muito pregueada), excesso de produção de cera, falta de limpeza, dentre outras, favorecendo a infecção por bactérias, fungos e ácaros e provocando intenso incômodo e dor aos animais, o que interfere diretamente na qualidade de vida”, explica Jaime Dias, médico veterinário e coordenador técnico da área de animais de companhia da Vetoquinol.

O tutor deve estar atento aos sintomas. Cães e gatos com otite podem balançam a cabeça com frequência e/ou a mantém inclinada para um dos lados. Há coceira excessiva (prurido), a pele pode ficar avermelhada, apresentam dor quando o animal coça ou ao toque, presença de secreção ou excesso de cera no conduto auditivo, que vem acompanhada de mau cheiro.

A otite tem tratamento, mas o ideal é preveni-la, evitando que o animal sofra seus efeitos. “O mais simples é também o mais importante; o tutor deve manter as orelhas do pet limpas, hidratadas e com o pH equilibrado. Ao manter a higiene do local, as chances dessa doença aparecer, são menores”.

Ocorrendo a otite, o tratamento pode incluir limpeza das orelhas, lavagens, medicamentos e em alguns casos, procedimentos cirúrgicos, a depender do diagnóstico do paciente. “Apenas um médico veterinário está apto a realizar este diagnóstico. Portanto, em caso de suspeita, o tutor deve procurar um profissional”, sugere Jaime Dias.

Solução em limpeza: A Vetoquinol acaba de lançar no Brasil uma solução que auxilia na limpeza das orelhas e prevenção das otites. Trata-se de Sonotix, que promove a limpeza de forma rápida e profunda, reequilibrando o pH, hidratando a pele e, desta forma, contribuindo para a manutenção da saúde das orelhas, auxiliando a prevenção dessa doença. Além de remover o cerúmen de modo rápido, neutraliza o odor, devido à fragrância de limão.

A solução pode ser utilizada na limpeza de rotina para manter a saúde das orelhas ou quando o animal já estiver acometido por otite, pois prepara a pele da orelha para a utilização do tratamento recomendado pelo médico veterinário. “Sonotix também pode ser utilizado após a recuperação do animal, evitando o reaparecimento da otite. Outra recomendação é a utilização após o banho ou após a realização de exercícios em água”, orienta Jaime Dias. “Sonotix limpa em média até 60 orelhas e já está disponível nos pet shops”, finaliza o especialista da Vetoquinol.

Comentários

Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

Mais notícias

Candidatura de Bruno Lamas é teste de popularidade do Governo nas eleições 2020

Os resultados das eleições de novembro, na Serra, podem ser a resposta do povo às ações do Governo do Estado durante a pandemia do...

Políticos capixabas lamentam marca dos 100 mil mortos por coronavírus no Brasil

Políticos de todo o país manifestaram preocupação com o avanço do número de mortos em decorrência da Covid-19. O governador Renato Casagrande (PSB) usou...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!