15.8 C
Serra
sexta-feira, 29 de Maio de 2020

Lama da Samarco na fila por CPI no ES

Leia também

Indústria cobra e Estado diz que está liberando crédito para empresas

Nesta quinta-feira (28) a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) divulgou carta aberta em que cobra o governo...

Queima de pneus todos os dias incomoda moradores de bairro da Serra

Na região de Feu Rosa e uma parte de Portal de Jacaraípe a reclamação é a fumaça gerada pela...

Covid-19 também provoca epidemia de desemprego na Serra

Locomotiva econômica e município de maior população do ES, a Serra é a cidade com mais demissões nesta pandemia...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

o deputado Josias da Vitória (PDT) é o proponente da Comissão de Inquérito
O deputado Josias da Vitória (PDT) é o proponente da Comissão de Inquérito. Foto: Divulgação 

Por Conceição Nascimento

Foi protocolado nesta terça-feira (24), na Assembleia Legislativa (Ales), o pedido para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar causas e consequências da ruptura da barragem da mineradora Samarco, em Mariana (MG), ocorrida no dia cinco de novembro. A iniciativa é do presidente da Comissão de Representação da Ales, que apura a tragédia no Rio Doce, deputado estadual Josias da Vitória (PDT).

O deputado conversou com a reportagem na manhã desta quarta-feira (25) e explicou que conseguiu 15 assinaturas de apoio à proposta. “O mínimo são dez para protocolar o pedido de abertura de CPI. Temos cinco comissões em andamento e aguardaremos a conclusão de uma delas para pedir ao presidente – Theodorico Ferraço (Dem) – que coloque em votação no plenário a instalação da CPI”, disse.

Entretanto, é possível que o requerimento para a criação da CPI da Lama espere mais um pouco, uma vez que há dois outros na fila.

Atualmente, a Ales tem quatro CPIs em atividade e uma já foi aprovada em plenário e deve ser instituída nos próximos dias, são elas a Máfia dos Guinchos, Empenhos da Saúde, Sonegação de Tributos, Transcol e a Judicialização da Saúde.

O deputado Sérgio Majeski (PSDB) conta que assinou o documento pela criação da CPI. “Pelo histórico do país, esta é uma situação que tende a cair no esquecimento. Isso vai acabar ficando na conta do povo. Pela promiscuidade entre os poderes, e entre o público e o privado. Acho que é fundamental toda forma de investigação para colocar em pratos limpos quem deve pagar”, disse.

Comentários

Mais notícias

Queima de pneus todos os dias incomoda moradores de bairro da Serra

Na região de Feu Rosa e uma parte de Portal de Jacaraípe a reclamação é a fumaça gerada pela insistente queima de pneus que...

Covid-19 também provoca epidemia de desemprego na Serra

Locomotiva econômica e município de maior população do ES, a Serra é a cidade com mais demissões nesta pandemia de coronavírus. Em abril, 5.605...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!