• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados
25.2 C
Serra
terça-feira, 26 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 35.593 casos
  • 705 mortes
  • 34.297 curados

Justiça manda Lamas retirar outdoors sobre parcelamento de IPVA

Leia também

Coronavac: segunda remessa com mais de 16 mil vacinas chega ao Espírito Santo

Um novo lote da vacina Coronavac, produzida pelo Butantan/Sinovac, chegou ao Espírito Santo  nesta segunda-feira (25). De acordo com...

Vereadores aproveitam o recesso para enviar solicitações de serviços à Prefeitura da Serra

Antes mesmo do início das atividades em plenário, vereadores da Serra já apresentaram projetos, requerimentos de informações e indicações...

Roubo de cabos da OI, em Pitanga, deixa moradores sem internet

Moradores do bairro Pitanga, que fica na região rural da Serra, estão sofrendo com os constantes roubos de cabos...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Bruno Lamas é autor da Lei que permite parcelamento do IPVA em até 4x. Foto: Divulgação
Bruno Lamas é autor da Lei que permite parcelamento do IPVA em até 4x. Foto: Divulgação

Conceição Nascimento

Uma movimentação do deputado estadual Bruno Lamas (PSB), que se coloca como pré-candidato a prefeito da Serra, resultou em condenação da Justiça. Por determinação do juiz Alexandre Farina Lopes, o deputado foi obrigado a recolher outdoors espalhados pela Serra que foram interpretados pelo magistrado como propaganda eleitoral antecipada. A ação tem a autoria do PSDB, que tem em suas fileiras o também pré-candidato a prefeitura da Serra Vandinho Leite.

A decisão foi proferida no dia 20 de junho com prazo de 48 horas para o seu cumprimento. Caso contrário, a multa prevista é de R$ 1 mil/dia. O processo ainda prosseguirá, pois é analisada ainda a denúncia de abuso do poder econômico por parte do parlamentar, cuja família é proprietária da Divulgue Outdoor.

A ação foi movida após Lamas divulgar a aprovação de um projeto de lei de sua autoria na Assembleia Legislativa. A matéria autoriza o parcelamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em até quatro vezes.

O deputado explicou à reportagem que está atuando dentro da Lei, dando transparência e publicidade a um importantíssimo projeto aprovado no exercício do seu mandado. “Considero que é um apelo dos desesperados, dos invejosos, que não conseguem aceitar um trabalho feito com muito carinho para beneficiar a população capixaba”, disse o deputado. E acrescentou: “já protocolei o recurso e faço questão de provar que estou totalmente dentro da Lei e, vindo de onde veio à denúncia, do PSDB, não preciso falar mais nada”, concluiu.

Já o presidente do PSDB da Serra, Carlos Buffon disse que o deputado Bruno Lamas vem utilizando indiscriminadamente há aproximadamente dois anos as publicações em outdoors. Mais recentemente ampliou, o que é claramente propaganda antecipada.

Segundo o Calendário Eleitoral, divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a propaganda eleitoral será permitida a partir do registro de candidatura, a 45 dias da data das eleições, cujo primeiro turno está marcado para dois de outubro.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!