24 C
Serra
quinta-feira, 09 de julho de 2020

Homem de 19 anos que participou de pelo menos 4 roubos aos Correios continua foragido

Leia também

Estado soma 467 casos de Covid-10 em instituições de idosos

Dados do último levantamento feito pelo Centro de Apoio Cível e Defesa da Cidadania (CACC) do Ministério Público do...

Articulação de Amaro traz R$ 1.5 milhão extra para enfrentar coronavírus na Serra

O combate à pandemia do novo coronavírus nos municípios capixabas vai receber reforço com o envio de recursos extras...

CPI resgata cavalo a beira da morte em Cariacica

O resgate aconteceu na quarta-feira (8). Foto: Divulgação Na noite da última quarta-feira, dia 8, a CPI dos Maus-Tratos Contra...
Redação Jornal Tempo Novo com informações de assessoriahttps://www.portaltemponovo.com.br
O Tempo Novo é da Serra. Fundado em 1983 é um dos veículos de comunicação mais antigos em operação no ES. Independente, gratuito, com acesso ilimitado e ultra regionalizado na maior cidade do Estado.

A empresa afirma que o atendimento não será prejudicado. Foto: Divulgação

A Polícia Federal no Espírito Santo deflagrou, após seis meses de investigação, na manhã desta quarta-feira (27), operação policial com o objetivo de prender um homem de dezenove anos que participou de diversos assaltos aos Correios.

A operação contou com a participação de nove policiais Federais sendo realizado o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça Federal de Colatina, no endereço do investigado no balneário de Jacaraípe, na Serra, mas o investigado não foi localizado e permanece foragido.

O cidadão de dezenove anos participou de roubos a agências dos Correios do Espírito Santo entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020. Até o momento, foi comprovada a participação do foragido em quatro roubos neste período, quais sejam, Fundão (05/12/2019), Pancas (10/12/2019), Viana (21/01/2020) e Anchieta (22/01/2020).

Seus comparsas nestes crimes já se encontram presos e as diligências continuam para localizar o investigado com o apoio das demais forças policiais da região.

CRIMES INVESTIGADOS

O investigado responderá pelo crime de roubado triplamente qualificado, previsto no Artigo 157, §2º, incisos II e V, e §2º-A, inciso I do Código Penal, cujas penas somadas poderão chegar a 16 (dezesseis) anos de reclusão por cada roubo.

Roubo

Art. 157 – Subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência:

Pena – reclusão, de quatro a dez anos, e multa.

  • 2º  A pena aumenta-se de 1/3 (um terço) até metade:

II – se há o concurso de duas ou mais pessoas;

V – se o agente mantém a vítima em seu poder, restringindo sua liberdade.

  • 2º-A  A pena aumenta-se de 2/3 (dois terços):

I – se a violência ou ameaça é exercida com emprego de arma de fogo

Comentários

Mais notícias

Articulação de Amaro traz R$ 1.5 milhão extra para enfrentar coronavírus na Serra

O combate à pandemia do novo coronavírus nos municípios capixabas vai receber reforço com o envio de recursos extras de R$ 9 milhões para...

CPI resgata cavalo a beira da morte em Cariacica

O resgate aconteceu na quarta-feira (8). Foto: Divulgação Na noite da última quarta-feira, dia 8, a CPI dos Maus-Tratos Contra os Animais da Assembleia Legislativa,...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!