Haddad quer mais impostos para ricos e Bolsonaro isentar fortunas e heranças | Portal Tempo Novo

Serra, 12 de novembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Economia

Serra, 26 de outubro de 2018 às 7:03

Haddad quer mais impostos para ricos e Bolsonaro isentar fortunas e heranças

Por Clarice Lyra Poltronieri
[email protected]

Domingo (28) o eleitor volta às urnas para decidir quem vai presidir o país pelos próximos quatro anos. Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) disputam a mais polarizada eleição desde a redemocratização do Brasil em 1985.

A editoria separou as principais propostas dos dois candidatos para a política energética e impostos. As propostas foram extraídas dos planos de governo protocolados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e declarações públicas dos candidatos, que estão apresentados em ordem alfabética. 

POLÍTICA ENERGÉTICA

Haddad

Manter Petrobras e Eletrobrás estatais; Modernizar sistema elétrico;

Expandir energia solar, eólica e biomassa

Bolsonaro

Privatizar estatais (plano de governo), mas em entrevistas refez o discurso: disse que o setor de energia elétrica (Eletrobrás) e o “miolo” da Petrobrás serão exceção.

IMPOSTOS

Haddad

Tributação direta sobre lucros e dividendos; Criar Imposto sobre Valor Agregado (IVA); Isenção de IR para até cinco salários e tabela progressiva para quem ganha mais; tributação progressiva sobre os bancos, com taxas reduzidas para quem oferece crédito a custo menor e com prazos mais longos;

Reformular o ITR;

Reduzir 46,5% os impostos de investimentos verdes, com isenção de IPI, dedução de tributos embutidos em bens de capital e recuperação imediata de ICMS e PIS/ Cofins. Para evitar elevações na carga tributária, a ideia é criar um imposto sobre carbono.

Criar políticas regulatórias e tributárias sobre tabaco, sal, gorduras e açúcares.

Bolsonaro

Simplificar e unir tributos federais para descentralizar e municipalizar os recursos tributários; Independência do Banco Central, diretoria com mandatos fixos;

Não taxar grandes fortunas, heranças e novas tributações a empresários; Isenção de IR para até 5 salários e cobrar 20% fixos de quem ganha mais (plano de governo).

Rediscutir a influência dos impostos estaduais no preço da energia e dos combustíveis;

Contra retorno do imposto sindical;

Em encontro com investidores, seu economista Paulo Guedes teria sugerido a criação de um imposto sobre movimentação financeira (como a antiga CPMF), mas Bolsonaro negou e disse ter sido um “ato falho” de Guedes.

 

 

 

 

 

 




O que você acha ?

Você acredita no sucesso do governo Bolsonaro?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por