24.2 C
Serra
sábado, 26 de setembro de 2020

Há quatro meses, Serra registrava primeira morte por Covid-19

Leia também

Serra tem 500 mortes por Covid-19 e 15.635 casos confirmados da doença

Quinhentas pessoas morreram  na Serra em decorrência de complicações da Covid-19. A cidade que se encontra em risco baixo...

Carro pega fogo na BR 101 e deixa trânsito lento

  Um veículo pegou fogo em plena rodovia BR 101, próximo a loja C&C, em Carapina, na manhã deste sábado...

Voluntárias ajudam a mandar para reciclagem garrafas de cerveja descartadas por bares

Por um mês, as moradoras de Valparaíso Lílian Souto e Luzimar Santos se uniram a outros amigos voluntários para...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Na foto, UTI do Hospital Jayme dos Santos Neves, que é referência no atendimento ao coronavírus. Foto: Divulgação / Sesa

Neste domingo (2), completou quatro meses que a Serra registrou a primeira morte causada pelo novo coronavírus. Esse também havia sido o primeiro óbito em território capixaba. Agora, em agosto, a cidade já registra 424 moradores que morreram por causa da Covid-19, além de 10.748 casos confirmados e 8.876 pacientes já curados da Covid-19. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

A primeira morte por coronavírus no Espírito Santo foi registrada no dia 2 de abril. Na ocasião, um homem de 57 anos, que era morador da Serra, veio a óbito após ficar internado no Hospital Jayme dos Santos Neves. Naquele dia, ninguém imaginava a proporção que a pandemia iria tomar na cidade e em outros municípios capixabas. Algumas semanas depois, a situação piorou e já eram várias mortes por dia.

No último mês de julho, a Serra e outras cidades da Grande Vitória, demonstraram certa estabilização nos números diários de coronavírus. Antes, a cidade chegou a registrar 12 óbitos por coronavírus em apenas um dia. Agora, os dados estão mais baixos, mas ainda preocupantes. Na última semana, foram dois, três, quatro e até seis mortes por dia. Os casos confirmados diariamente também estão diminuindo.

Apesar disso, a situação ainda é preocupante, já que são vidas perdidas por conta do vírus. No mês passado, foram 2.927 novos moradores infectados e 115 novas mortes causadas pela Covid-19. Por esse motivo, de acordo com o Governo do Estado, a população precisa continuar respeitando as determinações de isolamento social, distanciamento social e uso de máscara, entre outras.

Até a tarde deste domingo (2), foram registrados 10.748 casos confirmados, 424 moradores mortos e 8.876 pacientes curados da doença. O bairro da Serra com o maior número de infectados e curados é Colina de Laranjeiras. Já Feu Rosa lidera o número de óbitos. A Serra segue sendo a terceira cidade com mais casos e a líder de mortes no ES.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Carro pega fogo na BR 101 e deixa trânsito lento

  Um veículo pegou fogo em plena rodovia BR 101, próximo a loja C&C, em Carapina, na manhã deste sábado (26). Segundo informações de populares, o...

Voluntárias ajudam a mandar para reciclagem garrafas de cerveja descartadas por bares

Por um mês, as moradoras de Valparaíso Lílian Souto e Luzimar Santos se uniram a outros amigos voluntários para recolherem garrafas de cerveja descartadas...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!