24.5 C
Serra
quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Franquia nascida na Serra  já tem 70 unidades no país

Leia também

Janela eleitoral para vereadores começa dia 5 de março

Começa no dia cinco de março o prazo para vereadores trocarem de partido sem o risco de complicações com...

Vereador da Serra pode justificar falta com atestado médico e sem aprovação do plenário

Vereadores da Serra não precisam mais submeter atestados médicos a apreciação do plenário para justificar a ausência. A Câmara...

Império de Fátima é campeã e desfila na sexta em 2021

A escola de samba Império de Fátima sagrou-se campeã do Grupo de Acesso B que desfilou na última quinta-feira...

instituto gourmet
Equipe do Instituto Gourmet, empresa genuinamente serrana. Foto: Divulgação

Uma empresa da Serra criada há cinco anos é exemplo de sucesso em tempos de crise e já abriu 70 franquias no Brasil. O Instituto Gourmet (IG), escola de gastronomia e empreendedorismo, é fruto da história de um casal que veio do interior do estado. E foi justamente o casamento dos dois que impulsionou a criação do IG.

Robson começou a trabalhar aos 11 anos no bar de seu pai, em Muniz Freire, e aos 19 abriu uma loja de agropecuária. Mas seu sonho era vir para a cidade. “Comecei a estudar MBA aqui e, na época, só se falava na expansão da Serra. Investi em uma franquia de escola de beleza em Laranjeiras, perto de onde morávamos”, relata.

Mas o casal ainda não tinha oficializado a união e foi o casamento que trouxe a mudança. Por falta de gente que fizesse o doce no prazo, Lucilaine teve que confeccionar os bem-casados para sua festa.

“O doce agradou muito e, na época, eu dava aulas de Biologia, mas estava de licença maternidade. Quando voltei à escola, passei a vender os doces lá e também por encomenda. Mas, paralelamente, estudei gastronomia e os negócios foram fluindo. Logo deixei a escola e comecei a dar aulas de culinária em casa, além de continuar atendendo encomendas”, narra.

Como o marido tinha um espaço em Laranjeiras, eles decidiram investir juntos no negócio. “Reformamos o espaço e criamos a primeira escola de gastronomia em Laranjeiras, em 2014, em cima de onde eu tinha minha franquia de beleza. O negócio foi crescendo e, no final de 2015, convidamos um amigo que conhecia um mercado amplo, Gláucio Ataíde, para entrar na sociedade e ampliar os horizontes. Fomos pra Cariacica e depois para o Rio, onde o negócio decolou e se expandiu pelo Brasil”, conta Robson.

Atualmente, o Instituto Gourmet está presente em quatro regiões do país (norte, nordeste, sul e sudeste) e possui 70 franquias. Já formou mais de 15 mil alunos e gera cerca de 1.050 empregos no país (média de 15 por franquia). Para ser um franqueado, o investimento inicial é de R$250 mil. Para estudar, os cursos custam a partir de R$ 350 a mensalidade e têm duração variada, de acordo com o tipo de culinária a ser aprendida (doces, salgados, vegetariana, vegana, etc).

Comentários

Mais notícias

Vereador da Serra pode justificar falta com atestado médico e sem aprovação do plenário

Vereadores da Serra não precisam mais submeter atestados médicos a apreciação do plenário para justificar a ausência. A Câmara aprovou durante a sessão desta...

Império de Fátima é campeã e desfila na sexta em 2021

A escola de samba Império de Fátima sagrou-se campeã do Grupo de Acesso B que desfilou na última quinta-feira (13) no Sambão do Povo,...

EDP anuncia falta de energia em bairros da Serra nesta quinta e sexta

Durante esta semana, muitas comunidades da Serra ficarão sem energia por um determinado período. Isso porque a EDP Espírito Santo irá realizar uma manutenção...

Festa carnavalesca vai misturar samba, marchinha e eletrônica em Manguinhos

Quer curtir um Carnaval diferente? Em Manguinhos vai ter samba, marchinha e um atrativo a mais que é a música eletrônica, e claro, a...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem