Estado desiste do Riviera e Prefeitura vai devolver R$ 2 mi

0
A Arena Riviera teve as obras iniciadas em dezembro de 2011, na gestão do então prefeito Sérgio Vidigal, e está parada desde o 1º semestre de 2013. Foto: Arquivo TN / Fábio Barcelos
A Arena Riviera teve as obras iniciadas em dezembro de 2011, na gestão do então prefeito Sérgio Vidigal, e está parada desde o 1º semestre de 2013. Foto: Arquivo TN / Fábio Barcelos

Conceição Nascimento / Yuri Scardini 

O sonho de uma arena cultural e esportiva no coração de Jacaraípe parece ter ido para o ralo de vez. Tudo porque no fim de 2015 a Secretaria de Estado do Esporte (Sesport) propôs a extinção do convênio entre a Prefeitura da Serra para a construção do Parque Turístico, Cultural e Esportivo Riviera, que foram iniciadas em 2011. Além da devolução de valores (corrigidos) anteriormente repassados aos cofres do município. Em março deste ano a prefeitura acatou a proposta, e vai devolver cerca de R$ 2.1 milhões ao Estado.

Em nota, a Sesport confirmou o fim da parceria. “Em comum acordo entre Estado e a Prefeitura da Serra, o convênio para construção da Arena Riviera em Jacaraípe, será extinto. Estamos aguardando os trâmites processuais para efetivação da devolução dos recursos financeiros e consequentemente, a conclusão da extinção do convênio”.

De acordo com informações da assessora especial para captação de recursos da Prefeitura da Serra, Leticia Curitiba, a obra do Riviera apresentou problemas graves na estrutura do projeto e a atual gestão não pode dar continuidade.

“Fizemos adequação ao projeto. O valor passou para R$ 13 milhões. Devido à indisponibilidade de recursos do Governo do Estado, esta obra não foi priorizada no orçamento de 2016. O governo tomou a inciativa de rescindir o contrato, e somos obrigados a realizar a devolução devido a cláusulas contratuais”, explicou.

O deputado estadual Bruno Lamas (PSB), único representante da Serra na Assembleia Legislativa, disse que a obra começou na gestão do ex-prefeito Vidigal e disparou contra o pedetista. “Estou indignado com o descaso da gestão do ex-prefeito Vidigal, que investiu quase R$ 2 milhões em uma obra sem nenhuma qualidade. O Governo está desistindo da obra, fiz um apelo para que reveja sua posição”, disse Lamas.

Procurado pela reportagem, o atual deputado federal Sérgio Vidigal (PDT), disse que já se pronunciou sobre o assunto em outra reportagem do Tempo Novo. Na ocasião, disse que no término de seu mandato como prefeito da Serra em 2012, entregou a obra do Riviera em plena execução e com recursos, oriundos dos governos federal e estadual, em caixa para que fosse concluída.

Comentários