28.7 C
Serra
sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Erosão avança, destrói ruas e preocupa moradores em Manguinhos

Leia também

Volta às aulas facultativa | Pais podem optar se irão mandar filhos para escola

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, concedeu na manhã desta sexta-feira (18) ao lado do secretário de...

Contarato acusa Governo Bolsonaro de omissão no combate às queimadas no Pantanal e cobra ações

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) entrou com uma representação na Procuradoria Geral da República pedindo que sejam adotadas...

Prefeitura diz que fiscaliza, mas bares continuam causando aglomerações na Serra

Mesmo com os bares lotados e muitas reclamações de falta de fiscalização nesses estabelecimentos, a Prefeitura da Serra diz...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Problema ocorre em diversos pontos de Manguinhos. Foto: Layza Contarini

A beleza de uma das principais praias da Serra, Manguinhos, está dando lugar para crateras gigantes. A causa disso tudo são as fortes ondas que acontecem junto com o avanço do mar e também a grande quantidade de chuvas que estão atingindo o Espírito Santo. Quem mora no balneário teme o pior e cobra uma solução definitiva por parte do Município.

O problema acontece há anos, mas desta vez – segundo moradores – está mais preocupante. Existem de três pontos críticos: Avenida Atapoã (final do calçadão), rua Piraquiri na Ponta dos Fachos e na Banca dos Peixes. Nos dois primeiros locais, a erosão já destruiu o calçadão e a rua. No terceiro, a situação ainda não é tão grave, mas caso continue, pode atingir a Banca dos Peixes – onde pescadores trabalham.

A moradora do balneário, Karol Balestrassi, reclama do problema e cobra uma solução rápida. “A erosão tem causado preocupação aos moradores do Balneário que a cada dia é perceptível o aumento avassalador da destruição. Em determinados pontos, sempre os mais castigados já não é possível o tráfego de veículos e o simples caminhar.Pedimos atenção das autoridades e uma forma de solucionar o problema que vem se agravando em cada ressaca e fortes chuvas”, afirma a popular.

O presidente da associação de moradores de Manguinhos, Guilherme Lima, também comentou sobre as erosões. “Como presidente da comunidade, procurei os pescadores mais antigos para saber se alguma vez na história, eles já tinham visto esse fenômeno acontecendo na nossa orla, eles falaram que é a primeira vez que vêem uma intensidade tão forte. São vários pontos de erosão. Procuramos a Prefeitura e eles irão fazer o engordamento da praia do meio e contenção em outro local. Estamos aguardando as autoridades para nos ajudar”, explicou

Calçadão destruído em Manguinhos. Foto: Karol Balestrassi

Bia Martins também mora na comunidade e está preocupada com o avanço do mar e também com as fortes chuvas. Segundo ela, uma obra deve ser feita para tentar evitar que a situação piore ainda mais. “Tem que fazer algo. Minha sugestão é canalizar as águas pluviais e para isso ser feito, as ruas tem que ser pavimentadas senão a areia entra na tubulação e entope. Não queremos asfalto e sim um piso como o de Bicanga”, sugere a moradora.

Em outubro de 2019, a Prefeitura da Serra prometeu que iria aumentar a faixa de areia de diversas praias da Serra, incluindo a de Manguinhos. A promessa da secretária de Meio Ambiente, Áurea Galvão, é que as obras começariam no início deste ano, o que ainda não aconteceu.Será gasto aproximadamente R$ 1.5 milhão para realizar as melhorias em cinco pontos de balneários diferentes que receberão as mudanças.

Vale lembrar que o anúncio gerou muita polêmica entre ambientalista da cidade, que realizaram um abaixo-assinado e até protesto contra as obras. Segundo eles, entre outros problemas, caso haja a adição de areia no litoral, haverá soterramento dos corais, o que pode afetar a vida marinha do balneário.

Prefeitura promete iniciar obras de contenção

O TEMPO NOVO entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra na manhã desta terça-feira (28) para saber se o Município tem alguma solução para o problema. De acordo com a Secretaria de Obras da Serra, uma equipe já esteve no local e os trabalhos de contenção começam nesta semana. No entanto, não soube detalhar mais sobre a obra.

O Município ainda confirmou que o aumento na faixa de areia será realizado neste local e em outros balneários da cidade, mas só deve começar em março. Atualmente, o projeto está em fase de licenciamento.

Problema também acontece em Nova Almeida 

A Avenida das Américas fica em Marbella, na região de Nova Almeida. Foto: Saulo Alves

Moradores da comunidade de Marbella, na região de Nova Almeida, levaram um baita susto neste final de semana. As fortes ondas do balneário destruíram – mais uma vez – parte da Avenida das Américas, que fica ao lado de um dos pontos turísticos da praia – as falésias. O problema ocorreu neste final de semana e a via está interditada.

O morador da comunidade, Saulo Alves, entrou em contato com o TEMPO NOVO para reclamar da situação. “Não é a primeira vez que isso ocorre. Nossa maior preocupação é que a erosão já atingiu o meio da rua e nos próximos meses a tendência é piorar se não for feita uma obra definitiva para resolver isso. A via está totalmente interditada”, afirma o popular.

Saulo disse que toda vez que isso ocorre, a Prefeitura vem e faz uma obra para consertar o estrago, mas não é feito nada definitivo, para solucionar o problema. “Se a erosão continuar, as ondas podem começar a atingir as casas que ficam na orla”, destaca o morador.

A erosão aconteceu no último sábado (25) e a Defesa Civil da Serra já esteve no local para sinalizar e interditar a avenida. Apesar de a região ser calma, essa parte do balneário é bastante frequentada por turistas, principalmente nesta época de verão, por causa das Falésias de Nova Almeida.

Ao TEMPO NOVO, a Prefeitura da Serra informou, por meio de nota, que as obras de contenção começam nesta terça-feira (28).O Município ainda confirmou que também será feito o aumento na faixa de areia neste local e em outros balneários da cidade, mas só deve começar em março. Atualmente, o projeto está em fase de licenciamento.

Comentários

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Contarato acusa Governo Bolsonaro de omissão no combate às queimadas no Pantanal e cobra ações

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede) entrou com uma representação na Procuradoria Geral da República pedindo que sejam adotadas medidas judiciais e extrajudiciais imediatas...

Prefeitura diz que fiscaliza, mas bares continuam causando aglomerações na Serra

Mesmo com os bares lotados e muitas reclamações de falta de fiscalização nesses estabelecimentos, a Prefeitura da Serra diz que realiza ações para tentar...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!