Prefeitura vai ‘engordar’ faixas de areia para evitar erosão em praias da Serra

0
Prefeitura vai ‘engordar’ faixas de areia para evitar erosão em praias da Serra
Mar avançou sobre uma estrada próxima às falésias de Nova Almeida em março deste ano. Foto: Saulo Alves

Para evitar possíveis erosões no litoral, a Prefeitura da Serra vai “engordar” as faixas de areia nas praias do município. Serão gastos, aproximadamente, R$ 1,5 milhão para realizar as melhorias em cinco pontos de balneários diferentes. As obras devem começar em janeiro do próximo ano.

As intervenções serão feitas nas praias de dois pontos em Nova Almeida; um em Capuba, próximo à ES 010; dois pontos em Jacaraípe; e um ponto em Manguinhos.

O Município chegou à conclusão de que realmente era necessária essa intervenção por meio de um estudo que vinha sendo feito desde 2015. Com isso, identificou que a melhor forma de prevenir possíveis incidentes causados pela força do mar era esticando a faixa de areia dos balneários. A informação foi dada pela secretária de Meio Ambiente, Áurea Galvão.

De acordo com ela, na Serra, a situação “não é tão crítica” como a de outras cidades. “Realizamos esse estudo nos 23 quilômetros de praia do município e foi possível identificar os pontos em que são necessárias as intervenções. Não temos uma situação tão crítica como a de outros municípios, mas a prevenção é importante. A engorda da praia vai possibilitar a volta do uso da faixa de areia e reduzir o impacto da erosão”, explica.

Ainda segundo a secretária, para realizar os serviços, a Prefeitura da Serra vai utilizar areia das próprias praias.“A areia não virá do alto-mar. Isso é melhor para os balneários e também é mais barato. Iremos utilizar a areia da própria praia, que saiu de um lado e foi para o outro. Então, usaremos esse material”, disse Áurea.

Obras irão começar durante o verão

A Prefeitura vai começar as modificações em pleno verão. A justificativa é que essa é a melhor época do ano para realizar esse tipo de obra. Para o TEMPO NOVO, Áurea Galvão explicou que isso não vai atrapalhar os turistas e moradores que irão curtir uma praia na temporada mais quente do ano.

“Iremos fazer as obras em locais que não terão muito uso da praia durante a alta temporada. Não iremos atrapalhar os turistas e moradores. O investimento será de R$ 1,5 milhões”, destacou a secretária.

 

Comentários