22 C
Serra
segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Em 2020, Casagrande faz investimentos recordes de R$ 247 milhões na Serra

Leia também

Audifax comenta resultado das eleições e deseja “boa gestão” a Sérgio Vidigal

O resultado é oficial: Sérgio Vidigal (PDT) será, mais uma vez, prefeito da Serra. De acordo com a Justiça...

Vidigal diz que o mandato de prefeito será para encerrar seu legado com a Serra

Eleito prefeito da Serra neste domingo (29) com 54.90% dos votos (111.920 mil votos), Sérgio Vidigal (PDT) comemorou a...

Vice de Fábio lamenta derrota nas urnas: “infelizmente não deu”

O resultado é oficial: Sérgio Vidigal (PDT) será, mais uma vez, prefeito da Serra. De acordo com a Justiça...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Gestão de Casagrande já investiu R$ 240 milhões na Serra. Foto: Divulgação

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, muitos estados e municípios brasileiros foram drasticamente afetados economicamente. Mesmo nesse cenário estarrecedor, a gestão do governador Renato Casagrande (PSB) anunciou investimentos milionários para obras de melhorias no município da Serra. Só neste ano, o Governo do Estado autorizou construção e reforma de escolas, obras de recapeamento asfáltico, construção de ciclovias, ampliação de pistas e túnel, além de melhorias no tratamento de esgoto.

Um levantamento feito pelo TEMPO NOVO mostra que já foram investidos aproximadamente R$ 247 milhões em obras só na cidade. Além das melhorias realizadas diretamente pelo Estado, também há diversos convênios firmados entre a Prefeitura da Serra e a gestão de Casagrande. Nesses casos, o chefe do Executivo capixaba, libera todo o recurso necessário e a administração municipal fica responsável de contratar empresa para executar os projetos.

O maior investimento anunciado até agora foi a ampliação de pistas e a construção de um túnel ou viaduto no trevo de Carapina, na BR-101. Além disso, a região também ganhará uma ciclovia e praça de lazer. Em poucos meses, as obras  – que possuem um prazo de dois anos para conclusão – já devem ser iniciadas. No total, serão investidos R$ 130 milhões. O anúncio foi feito em agosto, e no momento, o processo de licitação já está ocorrendo.

Na ocasião, Casagrande disse que as mudanças serão de grande importância para a mobilidade urbana. Essa obra é uma prioridade de sua gestão e tem uma importância muito grande na vida de milhares de motoristas. O governador também explicou que a contração será feita via Regime Diferenciado de Contratação (RDC), em que a empresa fica responsável pela execução dos projetos básico e executivo, além das obras.

Além disso, também foi anunciada a reforma da Avenida Abdo Saad, em Jacaraípe, no trecho de pouco mais de 7 km entre a Curva da Baleia e a Praia de Capuba.  A reforma da via é esperada há anos pela comunidade local, uma vez que são notórios os problemas de mau estado de conservação da via e de mobilidade. A estimativa é de que a obra custará R$ 49 milhões. Casagrande disse que o projeto deve sair do papel ainda neste ano.

A tão esperada construção do novo prédio da Escola Estadual Aristóbulo Barbosa Leão, em Laranjeiras, também já está saindo do papel.  O governador Renato Casagrande autorizou o início das obras, que serão entregues em janeiro de 2023. Conforme já informado pelo TEMPO NOVO, em 2014 foi iniciada a reforma do antigo prédio da unidade escolar, mas as obras ficaram paralisadas durante a gestão do ex-governador Paulo Hartung.

Agora, foram investidos R$ 12 milhões para construir uma nova escola, que segundo a Secretaria de Estado da Educação (Sedu), será amplamente moderna, e com isso, o ABL se tornará uma das principais unidades de ensino do Espírito Santo.

Convênios para ciclovia e recapeamento

O Governo Casagrande também ofertou todo o recurso necessário para a construção de ciclovias e melhorias no asfalto de duas vias importantes na Serra. Uma delas é a Talma Rodrigues Ribeiro, na região de Civit II, onde as obras já estão quase finalizadas. O custo foi de R$ 7 milhões. Também há a reforma da Norte Sul, entre o Terminal de Laranjeiras e Colina de Laranjeiras. Por lá, as melhorias – no valor de pouco mais de R$ 2 milhões – já foram feitas e contemplam ciclofaixa e novo asfalto.

Os bairros Parque das Gaivotas e Cidade Continental também receberam obras de urbanização, drenagem, pavimentação, construção de calçadas e ciclovias, paisagismo e implantação de pista de caminhada. Nesse caso, foram investidos R$ 13 milhões.

Diversas ruas do bairro Residencial Jacaraípe foram beneficiadas através de convênio do Governo do Estado. Por lá, foram feitas obras de drenagem e pavimentação no valor de R$ 8,24 milhões.

Reformas de escolas

Neste ano, o Governo do Estado também autorizou a reforma de três unidades escolares da Rede Estadual, localizadas no município da Serra. Em solenidade virtual. A Ordem de Serviço, assinada em março, foi para o início das intervenções na Escola Estadual de Ensino Fundamental (EEEF) Taquara I, na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Campinho e na EEEFM Mestre Álvaro. O investimento é de, aproximadamente, R$ 3 milhões para a realização das obras.

Melhorias no tratamento de esgoto do serrano

Com investimentos na ordem de R$ 11 milhões, a ETE Manguinhos passou por obras de melhoria para modernização de sua estrutura, com instalação de equipamentos de última geração que garantem ainda mais eficiência no tratamento do esgoto. A Estação tem capacidade para tratar 290 milhões de litros de esgoto por mês, atendendo a 17 bairros, 22 mil imóveis e aproximadamente 65 mil moradores. As obras já foram concluídas e o serviço está em pleno funcionamento.

Materno Infantil

A Serra é uma das únicas cidades capixabas que possuem três hospitais estaduais. Tratam-se do Jayme Dos Santos Neves, Dório Silva, e em breve, o Materno Infantil – que foi construído pela Prefeitura da Serra, mas com investimentos da gestão de Casagrande e também do Governo Federal.

O Materno Infantil recebeu R$ 8 milhões do Governo do Estado, mas além disso, Casagrande aceitou assumir a unidade, que agora será inaugurada e gerida pela Secretaria de Estado da Saúde. Por mês, o Estado vai gastar R$ 10 milhões para manter toda a estrutura em pleno funcionamento.

Vale lembrar também que o Infantil será a maior maternidade do Espírito Santo. Além disso, o Jayme, em Morada de Laranjeiras, é o maior hospital do ES.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!