22.7 C
Serra
terça-feira, 11 de agosto de 2020

Em 2019, dengue matou dez e adoeceu mais de 17 mil na Serra

Leia também

Retorno das aulas presenciais preocupa autoridades do Estado

Autoridades políticas criticam o anúncio do governo do Estado de que deve retornar as aulas, após o período de...

Opinião: professora diz que retorno às aulas é irresponsabilidade e vai expor profissionais e alunos ao coronavírus

* Fabíola dos Santos Cerqueira | Professora de Sociologia da rede estadual * Hilton Dominczak | Sociólogo Nos últimos cinco meses, desenvolvemos Pesquisas...

Vereadores da Serra adiam votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Após entrar em pauta para votação nesta segunda-feira (10), o projeto de lei contendo a Lei de Diretrizes Orçamentárias...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Foram mais de 17 mil casos de dengue registrados na Serra. Foto: Divulgação

O ano de 2019 terminou com 17.275 casos de moradores da Serra que foram infectados por dengue. Os dados foram divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesa) e mostram ainda que 10 pessoas morreram por conta da doença na cidade no ano passado. Apesar dos altos números, a Prefeitura da Serra garante que continua combatendo o Aedes aegypti, mosquito transmissor.

Segundo a Sesa, durante todo o ano passado foram realizadas ações em bairros da cidade para combater o mosquito e evitar o surgimento de novos surtos da doença. Ainda segundo a secretaria, a Serra é o município que mais possui armadilhas para o mosquito no Espírito Santo, e faz o monitoramento semanal dos mais de 1.100 equipamentos.

Um levantamento divulgado pela Prefeitura da Serra em dezembro mostrou os bairros onde mais pessoas adoeceram pela doença. São eles: Planalto Serrano, Feu Rosa, Barcelona, Nova Carapina I e Bairro das Laranjeiras.

Ainda em 2019, foram 133 casos de zika e 96 de chikungunya. No entanto, não houve nenhuma morte confirmada em 2019 por uma dessas doenças. Com o início de 2020, a contagem de casos das doenças é reiniciada.

Comentários

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mais notícias

Opinião: professora diz que retorno às aulas é irresponsabilidade e vai expor profissionais e alunos ao coronavírus

* Fabíola dos Santos Cerqueira | Professora de Sociologia da rede estadual * Hilton Dominczak | Sociólogo Nos últimos cinco meses, desenvolvemos Pesquisas com alunos do Ensino Médio...

Vereadores da Serra adiam votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Após entrar em pauta para votação nesta segunda-feira (10), o projeto de lei contendo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2021 foi retirado da...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!