27.7 C
Serra
terça-feira, 21 setembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Eleições 2020: Seis candidatos a vereador apresentam suas propostas

Leia também

Detran e Prefeitura firmam parceria para fortalecer combate aos crimes de trânsito

Durante a abertura da Semana Nacional de Trânsito na Serra, realizada na segunda-feira (20), no Instituto de Previdência do...

Quer trabalhar? Empresas abrem 85 vagas de emprego para moradores da Serra nesta terça

Empresas da Serra abriram, nesta terça-feira (14), 245 vagas de emprego com preferência para moradores da cidade. As oportunidades...
Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Faltam 29 dias para o primeiro turno das eleições municipais. Eleitores de todo o Brasil vão escolher seus representantes para as prefeituras e câmaras de vereadores. O jornal TEMPO NOVO está realizando uma série de reportagens com os candidatos a prefeito, vice e vereador da Serra. Nesta matéria, os leitores podem conhecer as propostas de seis candidatos a vereador.

Francisco Coelho. Foto: Divulgação

Francisco Coelho (PT) é morador de Serra Sede e acompanha a política serrana desde 1992, quando presenciou a primeira eleição de bairro, posteriormente do município. “Tenho 44 anos, casado, pais de duas crianças e sou membro da Igreja Presbiteriana há 34 anos. Já trabalhei em empresas de informática e consultoria. Fui guarda municipal por 9 anos e há 7 anos atuo como bibliotecário da Universidade Federal. Sou professor de informática com ênfase em pesquisas bibliográficas. Fundei junto com os moradores o 1º Movimento Comunitário (MCMJS) e obtivemos resultados expressivos diante do Executivo Municipal. Tenho ficha limpa e sendo eleito vereador, a responsabilidade de fiscalizar o Poder Executivo na execução e construção da cidade mais protetora; o atendimento da Guarda Municipal direcionado nas escolas e unidades de saúde para atender a população de oferecer segurança comunitária. As escolas necessitam de profissionais nos laboratórios e bibliotecas estes recursos não podem faltar na educação serrana. A Serra precisa ser cuidada com o olhar do trabalhador”, avalia o candidato.

 

Juny Donato. Foto: Divulgação

Juny Donato é filiada ao Podemos. “O que me despertou o interesse em disputar a eleição municipal foi porque acredito na política como um instrumento transformador, vejo nela a possibilidade de transformar a realidade dos mais necessitados, oferecendo assim melhores condições de vida. Tenho experiência necessária para ocupar o cargo de vereadora e honrar cada voto de confiança depositado em mim. Eleita, procurarei a melhor forma possível de fazer um trabalho pautado nos princípios básicos da administração pública.
Tenho como principal objetivo trabalhar para o povo visando o bem-estar de todos os munícipes, combatendo as desigualdades sociais. Buscando a geração de emprego e renda, o aprimoramento dos serviços públicos como: saúde, educação, esporte, cultura. Quero ser vereadora porque acredito que, trabalhando junto com o povo, podemos mudar significativamente para melhor o nossa nossa cidade da Serra”, pontuou.

 

João Antonio de Almeida, Joao Alliança. Foto: Divulgação

Comerciante há mais de 30 anos em Porto Canoa, empregando pessoas e pagando impostos na Serra, João Aliança diz que nunca se envolveu com política.  “Sempre me sustentei com o suor do meu trabalho. Mas então, vendo toda essa corrupção que assolou o país, me veio um pensamento: ‘Quando os bons se calam, os maus triunfam’. Por isso, apenas me indignar não era suficiente, decidi partir para ação e me candidatei a vereador, que é o cargo de representação mais próximo da população. Ao me aprofundar no entendimento da vida política da Serra, puder ver vereadores sendo afastados por corrupção; e a Câmara municipal de costas para o povo, brigando por interesses próprios enquanto faltam remédios e médicos nas unidades de saúde. Vereadores com dezenas de assessores, carros e gasolina pagos por nós. Por isso resolvi dar um basta nessa políticagem. Eu estou acostumado a trabalhar 16h por dia, serei incansável na luta por uma cidade melhor e mais humana. A minha briga não vai ser por cargo comissionado, e sim por você, morador da Serra. Quero ser a voz dos indignados, que estão cansados de pagar impostos para manter essa farra dos políticos”, disse.

Mauro Pé de Galinha. Foto: Divulgação

Mauro César Carreiro, o Mauro Pé de Galinha, (MDB) disputou as eleições em 2016, quando obteve 973 votos.
“Minha bandeira como servidor municipal da saúde, propor ao prefeito eleito melhorias na saúde, consultas especializadas que aqui no município não temos, pois somos encaminhados para, Vitória, Vila Velha ou Cariacica. Lutar pela melhoria dos programas de saúde, bem como atualizar a nossa rede de medicamentos, outra questão que envolve meu trabalho é lutar por uma melhor qualidade de vida para portadores de deficiências, buscar projetos sociais para todas as faixas etárias. Essas são algumas das melhorias para o povo serrano”, listou.

Aldair Xavier. Foto: Divulgação

Aldair Xavier (PDT) foi vereador da Serra por dois mandatos. Ele diz que deseja voltar para poder fazer mais pelos que precisam. “Tive uma experiência recente na Secretaria Estadual de Esportes, que me abriu os horizontes sobre a gama de oportunidades para promover mais inclusão social da juventude e a inclusão das crianças. A gente precisa tirar essas crianças da ociosidade e oferecer atividades para que desenvolvam o intelecto. É preciso ter na Serra um ponto de referência para pessoas com deficiência. Outro ponto importante é a proteção animal: é importante avançar nesta causa, e o município precisa dar sua parcela de contribuição. Tive a oportunidade de trabalhar a questão do Conselho de Proteção e Defesa dos Animais; a lei que proíbe a apresentação de animais em circos e tenho conversado com protetores e visitado abrigos na Serra. É importante criar oportunidades de trabalho para as pessoas; é no ser humano que temos que investir. Quero ter um mandato focado e voltado para as pessoas; para as questões sociais e estruturantes do município”, afirmou.

Claudiney Rocha. Foto: Divulgação

Claudiney Rocha (PSC) quer instituir um gabinete itinerante para conhecer as demandas das comunidades, fiscalizando a destinação da verba do Executivo. “Quero ouvir o munícipe para entender o que realmente eles precisam na comunidade. Sou natural de Santa Teresa, mas moro no município de Serra há 32 anos, 13 morei em São Marcos e há 19 anos moro no Residencial Jacaraípe. Trabalhei 13 anos na área de segurança e 18 anos no Projeto Tamar ICMBio no litoral da Serra, onde lutamos para a conservação de nosso litoral, que é a principal fonte de turismo do município, com fonte de renda através do comércio e esporte como o surf. Sou criador do Festival de Orquídeas, a qual já foi para sua 7º edição, festival que tem fomentado o turismo, artesanato, e hoje atuamos no Instituto IBRAFF. Atuamos também na proteção de nossas águas, pois o município de Serra é o único município onde as águas nascem e desaguam dentro do mesmo, como uma grande potência hídrica, potencializado com duas grandes lagoas, Jacuném e Juara, que formam a bacia hidrográfica do nosso lindo município. Minha Luta é por mais saúde, segurança, educação, turismo e meio ambiente. Na causa animal, uma das propostas é fazer o censo dos animais domésticos da Serra; cadastrar e realizar a microchipagem, responsabilizando os donos. Outra demanda é criar um santuário para abrigo dos animais de rua”, assinalou.

Candidatos que queiram divulgar suas propostas devem fazer contato com a reportagem, por meio do [email protected]

Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!