22 C
Serra
segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Efeito eleição? Dos cerca de 700 cargos comissionados da Serra, 631 estão de férias

Leia também

Audifax comenta resultado das eleições e deseja “boa gestão” a Sérgio Vidigal

O resultado é oficial: Sérgio Vidigal (PDT) será, mais uma vez, prefeito da Serra. De acordo com a Justiça...

Vidigal diz que o mandato de prefeito será para encerrar seu legado com a Serra

Eleito prefeito da Serra neste domingo (29) com 54.90% dos votos (111.920 mil votos), Sérgio Vidigal (PDT) comemorou a...

Vice de Fábio lamenta derrota nas urnas: “infelizmente não deu”

O resultado é oficial: Sérgio Vidigal (PDT) será, mais uma vez, prefeito da Serra. De acordo com a Justiça...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Serra está com aproximadamente 69 comissionados trabalhando para o Município neste momento de eleição. Foto: Jansen Lube

A Serra tem cerca de 700 cargos comissionados para livre nomeação do chefe do Executivo municipal, que atualmente é o prefeito Audifax Barcelos (Rede). Por natureza, os comissionados são peças chaves para os governos, pois além de serem funções destinadas a pessoas de confiança, estes cargos também servem como válvula de escape em caso de necessidade de redução de custos, dado que os servidores efetivos não são passíveis de exoneração por simples razões.

Entretanto, no Brasil, foi naturalizada a prática de ocupação desses cargos comissionados por indicação política. Muitas vezes para formar alianças e agregar aliados nos arranjos políticos partidários. Aqui na Serra, é comum que cargos comissionados participem das eleições municipais formando militância e volume para as campanhas tanto de prefeito, quanto de vereadores.

O TEMPO NOVO fez um compilado de dados por meio do Portal da Transparência da Prefeitura da Serra e identificou que dos cerca de 700 comissionados, 631 tiraram férias neste período eleitoral. Não dá para afirmar que todo esse quantitativo entrou de férias para fazer campanha eleitoral. No entanto, o número chama atenção tanto por ser alto, quanto pelo histórico municipal.

+ Prefeitura decreta ‘feriadão’ prolongado para servidores da Serra

Se comparar o número de servidores comissionados que tiraram férias no mesmo período do ano passado, a diferença fica explícita. Em 2019, foram 79. Número este que é quase 800% menor que o desse ano. Já em 2018, também ano eleitoral (eleição estadual e nacional), o número foi maior que 2019, mas muito inferior que o de 2020. Foram 141 comissionados de férias.

Pelas redes sociais, é comum ver servidores com selo de candidatos nas fotos de perfil e defendendo aqueles políticos do qual estão fazendo campanha. Prática que não é ilegal, desde que não haja uso da máquina pública para fins eleitorais e que essas pessoas estejam de férias ou façam campanha fora do expediente de trabalho.

Prefeitura da Serra não se pronuncia 

A reportagem demandou a assessoria de imprensa da Prefeitura da Serra para saber o motivo pelo qual tantos comissionados estão de férias nesse momento eleitoral. O Município também foi questionado se essa baixa no número de funcionários não estaria causando danos ao serviço público prestado pela prefeitura à população.

No entanto, as duas perguntas não foram respondidas até a finalização deste texto. Caso o Município se manifeste, essa matéria será atualizada com as justificativas recebidas.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!