• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.183 curados
26.1 C
Serra
sábado, 16 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.186 curados

Dezembro é o mês de prevenção da Aids e ES tem média de 1.200 novos casos por ano

Leia também

ES recebe 1,5 milhão de seringas para vacinação contra a Covid-19

Chegou ao Estado na manhã deste sábado (16), a primeira remessa de 1,5 milhão de seringas que serão utilizadas...

Advogado mata adolescente que tentava assaltar mulher na Serra

Um adolescente foi morto, na tarde desta sexta-feira (15), ao tentar assaltar uma mulher na avenida Talma Rodrigues Ribeiro,...

Prefeitura fiscaliza bares para flagrar aglomeração e conter Covid-19 na Serra

Pensando em conter o avanço do coronavírus e conscientizar a população, a Prefeitura da Serra está intensificando ações de...
Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

O diagnóstico precoce das doenças pode ser realizado por meio dos testes rápidos para o HIV, gratuitos e disponíveis em todos os municípios. Foto: Agência Brasil

O mês de dezembro é vermelho. A cor é para alertar sobre a prevenção da Aids e das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). E hoje (1) é o início da campanha e a data marca o Dia Mundial de Combate à Aids, que foi instituído em 27 de outubro de 1988, pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas e Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o Espírito Santo tem uma média de 1.200 novos casos por ano de infecção pelo vírus HIV. Em 2018, foram notificados 1.070 casos; em 2019, foram notificados 1.195 casos novos – destes, 911 eram do sexo masculino (76,3%) e 284 do sexo feminino (23,7%), demonstrando uma razão de sexo de 3,2 homens para cada mulher infectada.

A principal forma de transmissão do vírus foi por relações sexuais (99%) no ano de 2019. O maior aumento de casos novos em 2019 ocorreu entre pessoas do sexo masculino, na faixa etária de 20 a 39 anos (603 casos), com 24% de aumento comparado ao ano de 2014 (485 casos).

O TEMPO NOVO procurou a Prefeitura da Serra que disse que em 2020, são 136 casos notificados de HIV até o momento. Em 2019, foram 211. Também disse que os testes são ofertados em todas as unidades de saúde da Serra e no CTA/SAE (Centro de Testagem e Aconselhamento em IST, HIV e Hepatites Virais e Serviço de Assistência Especializado em IST, HIV e Hepatites Virais).

Neste ano, no período de janeiro a maio no ES, foram notificados 486 novos casos de HIV – a análise completa ocorre somente ao completar o ano, pois Aids é uma doença crônica e as notificações dos casos geralmente são feitas até junho do ano seguinte. Atualmente, 12.985 pessoas que vivem com HIV/Aids no Estado, e estão sendo tratadas com antirretrovirais nos Serviços de Atendimento Especializado em AIDS (SAE).

O diagnóstico precoce pode ser realizado por meio dos testes rápidos para o HIV, gratuitos e disponíveis nas Unidades Básicas de todos os municípios capixabas. O resultado do exame fica pronto em 30 minutos. Recentemente, a Secretaria da Saúde (Sesa) repassou aos municípios 930 mil testes rápidos para o diagnóstico do HIV, Sífilis e Hepatite B e C.

Na Serra, segundo a Sesa, os testes HIV, SÍFILIS E HEPATITES B e C podem ser feitos no Serviço de Atendimento Especializado Centro de Testagem e Aconselhamento que fica na Rua Homero Pimentel Lopes –nº 78 –Bairro Nossa Senhora do Rosário de Fátima. O telefone do local é o 27 3338-7010/3328-3153.

Tem também o Serviço de Atendimento Especializado Hospital Estadual Dório Silva que fica na rua Eudes Sherrer, s/n – Parque Residencial Laranjeiras. Telefone: 3138-8904.

O Estado também repassa, mensalmente, insumos de tratamento como medicamentos de alto custo para o tratamento da IST e das Infecções Oportunistas da Aids, e todos os medicamentos antirretrovirais e penicilina enviados pelo Ministério da Saúde.

No Estado, há 26 Serviços de Atendimentos Especializados (SAE) em HIV, Sífilis e Hepatites Virais, que realizam o tratamento e acompanhamento de pessoas vivendo com HIV/Aids. Além disto, para ampliar a testagem para o HIV, o Espírito Santo conta ainda com 44 Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e a Van do CTA Itinerante, da Sesa. Em todas as unidades de saúde dos municípios, além dos SAE em HIV, Sífilis e Hepatites e os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) estão distribuídas em todas as regiões de saúde do Estado.

Ana Paula Bonellihttps://www.portaltemponovo.com.br
Moradora da Serra, Ana Paula Bonelli é repórter do Tempo Novo há 25 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!