29.8 C
Serra
quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Decisão sobre o caso Neidia pode ter efeito na crise entre Executivo e Legislativo 

Leia também

Atraso de entrega de imóvel gera direito a indenização

O ano 2018 marcou o fim de um ciclo de 5 anos de retração econômica, de acordo com a ...

Desastre ambiental iminente no Atlântico envolve de novo a Vale

Co-responsável pelo derramamento de rejeitos no rio Doce e no mar com o rompimento da barragem da Samarco (Vale...

O suplente Fábio Latino assumirá em definitivo a vaga de Cabo Porto na Câmara

Com a morte do vereador Cabo Porto, o suplente, Fábio Latino (PSB), deverá assumir a vaga. Latino conversou com...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Mesmo afastada, Neidia continua recebendo o salário integral de vereadora. Foto: Divulgação

Conceição Nascimento / Yuri Scardini

O meio político aguarda com tensão a decisão da Justiça pela condenação ou absolvição da vereadora Neidia Maura (PSD). A expectativa é de que até o final de abril a juíza responsável pelo caso, Letícia Maia Saúde, dê o veredito. A parlamentar é acusada pelos crimes de concussão (rachid), peculato e associação criminosa.

O retorno ou não de Neidia pode ser uma das variáveis para desequilibrar a crise política na Serra. Isso porque Neidia é uma das aliadas de Audifax na Câmara, e seu retorno tiraria outro vereador, o Fabão da Habitação (PSD), que faz parte do movimento de oposição liderado pelo presidente Rodrigo Caldeira (Rede).

Atualmente, a oposição contempla 16 parlamentares, que equivale a mais de 2/3 dos vereadores.Tal número pode trazer instabilidade política ao prefeito Audifax Barcelos (Rede), uma vez que é suficiente para cassa-lo do cargo. Num hipotético retorno de Neidia, em tese, a oposição perderia a maioria absoluta dos 2/3 e perderia força de atuação no Legislativo.

A defesa da vereadora Neidia Maura (PSD) tem até o dia 19 de abril para apresentar as alegações finais sobre a ação que tramita na 2ª Vara Criminal da Serra. Após as alegações finais, a juíza tem dez dias para decidir pela condenação ou pela absolvição.

Também é réu na ação o ex-controlador da Câmara, Flávio Serri, aliado de Neidia. Ele comentou o assunto. “Em relação à minha pessoa, a denúncia foi formulada pelo Ministério Público com base em mentiras contadas ao MP por uma determinada pessoa. Não tenho dúvida nenhuma de que conseguimos provar a nossa inocência. Acredito que vamos ter uma decisão favorável à minha pessoa, tendo em vista que o MP foi induzido ao erro. Acredito muito na Justiça capixaba, acredito muito na condução da juíza”.

Já Neidia, até o fechamento dessa edição, não foi encontrada. 

Comentários

Mais notícias

Desastre ambiental iminente no Atlântico envolve de novo a Vale

Co-responsável pelo derramamento de rejeitos no rio Doce e no mar com o rompimento da barragem da Samarco (Vale + BHP Billiton) em 2015...

O suplente Fábio Latino assumirá em definitivo a vaga de Cabo Porto na Câmara

Com a morte do vereador Cabo Porto, o suplente, Fábio Latino (PSB), deverá assumir a vaga. Latino conversou com a reportagem nesta quarta-feira (26)....

Nome do vereador Cabo Porto deverá ser eternizado na Arena Riviera em Jacaraípe

Jucélio Nascimento Porto, popularmente conhecido como Cabo Porto (PSB), que morreu no último sábado (22) em decorrência de um acidente de trânsito, poderá ter...

Homicídios disparam e Serra volta a ser a cidade onde mais se mata no ES

Após seis meses fora do topo do ranking das cidades onde mais pessoas perderam a vida para a violência, a Serra voltou a liderar...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!
Precisa falar com o Tempo Novo? Envie sua mensagem