CPI conclui que foi acidental a morte do cachorro em varanda de apartamento

0
CPI conclui que foi acidental a morte do cachorro em varanda de apartamento
O animal foi retirado do apartamento por protetores de animais. Foto: Reprodução vídeo

O dono do cachorro encontrado morto numa varanda de um apartamento em Jardim da Penha foi ouvido pela CPI dos Maus-Tratos aos Animais na Assembleia Legislativa.

A reunião aconteceu na última quinta (14) e os integrantes da CPI ouviram o depoimento das protetoras de animais e do dono do cachorro, da raça buldog frânces, encontrado morto na varanda de um apartamento em Jardim da Penha, na tarde do último domingo, dia 10.

As três protetoras que fizeram o resgate do cachorro, conforme foi amplamente mostrado em vídeos, compartilhados nas redes sociais, declararam que acionaram os Bombeiros e a Secretaria de Meio Ambiente de Vitória e não obtiveram êxito para conseguir salvar o animal. Alegaram também que não acreditam que o dono prendeu propositalmente o animal na varanda, tratando-se de um acidente.

O universitário, de 20 anos, dono do buldog prestou depoimento acompanhado do advogado. Os pais do rapaz também estavam presentes. Muito emocionado, ele declarou que amava o animal e estava sofrendo muito com a perda. O tutor do cachorro disse ainda que deu banho, comida e brincou com o mesmo antes de sair de casa para almoçar, deixando o cachorro no quarto. Relatou ainda que devido a um ponto cego na varanda, não viu o cão ir para o local e só ficou sabendo do ocorrido quando foi acionado por uma prima, se desesperando ao ver o animal morto.

O depoimento causou comoção nos presentes. Na galeria lotada, várias pessoas não conseguiram conter o choro ao ouvir o relato do rapaz, que chegou a ser aplaudido e recebeu um pedido de desculpas público por parte da Sociedade Protetora dos Animais.

A presidente da CPI, deputada Janete de Sá, agora vai identificar porque os agentes públicos não prestaram socorro ao animal. “Nós vamos pedir ao Ciodes o relatório das chamadas relativas ao caso para identificar quem recebeu a ligação e se o pedido para resgatar o animal foi repassado aos Bombeiros. Também vamos apurar se o telefone 156, da Prefeitura de Vitória, recebeu ligações nesse sentido. A CPI vai trabalhar em parceria com as prefeituras, o governo do Estado e os protetores de animais para garantir que existam serviços efetivos que possam ser acionados a qualquer hora do dia e da noite, para agir em casos em que os animais estejam em situação de risco”, declarou a parlamentar.

Janete propôs ainda uma reunião com o governador Renato Casagrande para solicitar a criação de um hospital veterinário no Estado.

Comentários