• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
23.3 C
Serra
quarta-feira, 12 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados

Coronavírus: hospital da Serra está com quase 86% dos leitos de UTI ocupados

Leia também

Em 24h, Serra perde mais 9 moradores para o coronavírus e registra 322 novos infectados

A Serra atingiu, no final da tarde desta quarta-feira (12), a triste marca de 1.210 moradores que morreram por...

Prefeitura da Serra abre 3.500 vagas para vacinação contra gripe nesta quarta

A Prefeitura da Serra, através da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), vai abrir 3.500 novas vagas de vacinação contra...

Parceria entre Prefeitura e Sebrae quer capacitar lideranças e contribuir para o turismo da Serra

Fortalecer municípios que possuem pontos turísticos no Espírito Santo. Esta é a intenção da parceria que o Sebrae está...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Na foto, UTI do Hospital Jayme dos Santos Neves, que é referência no atendimento ao coronavírus. Foto: Divulgação / Sesa

Continua subindo a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento de pacientes com a Covid-19 na Serra, que agora atingiu o índice de quase 86%. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), a cidade possui 165 pessoas internadas em UTIs – todas elas no Hospital Dr. Jayme dos Santos Neves, em Morada de Laranjeiras.

Além desses pacientes, existem outros 30 que estão internados em leitos de enfermaria – um total de 75%. Ao todo, o Governo do Estado, através do Jayme, fornece à população, 192 leitos de UTI e 40 de enfermaria.

A taxa total de ocupação da Serra é de 84,5%. Apesar disso, é importante destacar que, de acordo com o Estado, não há nenhum colapso ou superlotação de leitos hospitalares na Serra e nem em outras cidades capixabas. Inclusive, nas últimas semanas, a Saúde do ES aumentou a oferta de leitos em diversos hospitais capixabas.

Já os leitos que atendem outros tipos de comorbidades no Jayme estão com capacidade ocupada em 84,24%. De enfermaria, são 108 leitos, sendo que 79 estão ocupados. Já os de UTI, são 279 leitos, sendo que 247 estão ocupados.

Vale lembrar que o Estado centralizou os pacientes infectados pela Covid-19 no hospital de Morada de Laranjeiras. No Dório Silva, em Parque Residencial Laranjeiras, não há leitos de UTI e enfermaria disponíveis para o coronavírus.

Conforme apurado pelo TEMPO NOVO, a última atualização de ocupação de leitos foi divulgada pela Secretaria de Saúde às 11 horas da última segunda-feira (16).


Crédito: Divulgação / Secretaria de Estado da Saúde


Mortes por Covid-19 aumentam e Serra volta a liderar ranking de óbitos no ES

A Serra voltou a liderar o triste e preocupante ranking de óbitos causados pelo Covid-19 no Espírito Santo. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde, em apenas 24 horas, foram contabilizadas três mortes e 129 novos casos confirmados da Covid-19. Enquanto os números aumentam, aglomerações continuam ocorrendo por todo o município, inclusive em bares, praias e outros locais públicos.

Segundo os dados mais recentes publicados no Painel Covid-19, a Serra já registra, no total, 21.870 pessoas que foram infectadas, 564 mortes e 20.666 moradores considerados curados da doença. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, existem outros 30.763 moradores do município que podem estar infectados pelo coronavírus. No momento, eles aguardam o resultado dos testes já realizados.

Além de liderar o número de mortes, a Serra também é a segunda cidade com mais casos no ES. No ranking de óbitos, a cidade está empatada com Vila Velha – as duas lideram o levantamento. No entanto, a situação da Serra é ainda mais complicada, já que a taxa de letalidade está mais alta: 2,6%. O município canela verde 2,2%.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!