21.6 C
Serra
sexta-feira, 03 de julho de 2020

Contarato aciona a Justiça para obrigar Bolsonaro a aceitar dinheiro do G7

Leia também

Serra ultrapassa oito mil casos confirmados de coronavírus e atinge 320 mortes

Seguindo na liderança de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, a Serra já ultrapassou a triste marca de...

Justiça manda prefeitura reduzir valor do IPTU na Serra

A Prefeitura da Serra terá que reduzir o valor do IPTU para imóveis comerciais e não edificados. É o...

Ciclista é atropelada por carro na rodovia Audifax Barcelos na Serra

A falta de sinalização na rodovia Audifax Barcelos, principalmente na ciclovia, continua causando problemas para os ciclistas que precisam...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Senador vai acionar a Justiça contra o presidente. Foto: Divulgação

O senador Fabiano Contarato (Rede) vai acionar a Justiça mais uma vez contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Dessa vez, o capixaba quer obrigar o Governo Federal a aceitar os US$ 22 milhões que o G7 (grupo formado pelas sete maiores economias do mundo) ofereceu para ajudar a combater os incêndios na Amazônia, que ganharam repercussão mundial nos últimos dias.

Nesta semana, o Governo Bolsonaro tinha colocado como “condição” para aceitar o dinheiro, um pedido de desculpas do presidente da França, Emmanuel Macron, mas algumas horas depois voltou atrás e retirou esta condição. Mesmo assim, ainda não aceitou o recurso oferecido.

Para o TEMPO NOVO, o senador criticou o presidente e classificou a medida de não aceitar o dinheiro como um “capricho” de Bolsonaro. “Não podemos nos submeter a um capricho de um presidente, quando a floresta arde em chamas. Ele não observa a responsabilidade que tem, como não observa o decoro. Senão não estaríamos ingressando já com 18 ações na Justiça, contando esta”, disse Contarato.

Com a ação que está sendo movida por Contarato, caso Bolsonaro não aceite receber o dinheiro, o Governo pode ser condenado a liberar recursos iguais aos oferecidos pelo G7 com a mesma finalidade: combater os incêndios na região amazônica.

O senador ainda disse que “é absurdo um mero ato de vontade do Presidente da República impedir que o país tenha acesso a recursos para o combate aos incêndios, sendo que o Executivo mesmo reconhece a crise fiscal enfrentada pelo país”, afirma.

Comentários

Mais notícias

Justiça manda prefeitura reduzir valor do IPTU na Serra

A Prefeitura da Serra terá que reduzir o valor do IPTU para imóveis comerciais e não edificados. É o que decidiu na última sexta-feira...

Ciclista é atropelada por carro na rodovia Audifax Barcelos na Serra

A falta de sinalização na rodovia Audifax Barcelos, principalmente na ciclovia, continua causando problemas para os ciclistas que precisam circular pelo local. Na manhã...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!