• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 64.837 casos
  • 1.366 mortes
  • 62.968 curados
11.4 C
Serra
sexta-feira, 25 junho - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 64.837 casos
  • 1.366 mortes
  • 62.968 curados

Contarato aciona a Justiça para obrigar Bolsonaro a aceitar dinheiro do G7

Leia também

Câmara aprova prorrogação dos contratos dos professores em designação temporária

Após um intenso debate e com placar apertado de 10 votos favoráveis e 9 contrários, a Câmara da Serra...

Fortlev abre novas vagas de emprego para moradores da Serra

Líder nacional em soluções para armazenamento de água, a Fortlev abriu novas vagas de emprego para moradores da Serra....

Site de vacina da Serra recebeu 4 milhões de acessos simultâneos; número é maior que população do ES

Quatro milhões e 487 mil. Esse é o número de acessos simultâneos que o site da Prefeitura da Serra...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

Senador vai acionar a Justiça contra o presidente. Foto: Divulgação

O senador Fabiano Contarato (Rede) vai acionar a Justiça mais uma vez contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Dessa vez, o capixaba quer obrigar o Governo Federal a aceitar os US$ 22 milhões que o G7 (grupo formado pelas sete maiores economias do mundo) ofereceu para ajudar a combater os incêndios na Amazônia, que ganharam repercussão mundial nos últimos dias.

Nesta semana, o Governo Bolsonaro tinha colocado como “condição” para aceitar o dinheiro, um pedido de desculpas do presidente da França, Emmanuel Macron, mas algumas horas depois voltou atrás e retirou esta condição. Mesmo assim, ainda não aceitou o recurso oferecido.

Para o TEMPO NOVO, o senador criticou o presidente e classificou a medida de não aceitar o dinheiro como um “capricho” de Bolsonaro. “Não podemos nos submeter a um capricho de um presidente, quando a floresta arde em chamas. Ele não observa a responsabilidade que tem, como não observa o decoro. Senão não estaríamos ingressando já com 18 ações na Justiça, contando esta”, disse Contarato.

Com a ação que está sendo movida por Contarato, caso Bolsonaro não aceite receber o dinheiro, o Governo pode ser condenado a liberar recursos iguais aos oferecidos pelo G7 com a mesma finalidade: combater os incêndios na região amazônica.

O senador ainda disse que “é absurdo um mero ato de vontade do Presidente da República impedir que o país tenha acesso a recursos para o combate aos incêndios, sendo que o Executivo mesmo reconhece a crise fiscal enfrentada pelo país”, afirma.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br
Gabriel Almeida é jornalista do Tempo Novo há mais de sete anos. Atualmente, escreve para diversas editorias do jornal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!