Comunidades se unem contra fim do Pró-Cidadão | Portal Tempo Novo

Serra, 21 de novembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Cidade

Serra, 23 de dezembro de 2016 às 12:43

Comunidades se unem contra fim do Pró-Cidadão


Padre José Carlos, Wagner Gunha, Rafael Pereira e Sandra Helena são lideranças da região de Feu Rosa. Foto: Joatan Alves

Diante de rumores de que há 6 meses a prefeitura não estaria pagando o aluguel do Pró-Cidadão, em Portal de Jacaraípe, e poderia deixar o local, as comunidades do entorno resolveram se manifestar. Elas querem a permanência dos serviços da prefeitura no atual espaço, que abrange os bairros de Vila Nova de Colares e Feu Rosa. Segundo lideranças comunitárias, a transferência poderia ocorrer ainda em 2017. Mas eles garantem que vão se manifestar para que isso não aconteça.

Há 10 anos o Pró-Cidadão reúne órgãos, secretarias e serviços da prefeitura e outras instituições, cujas salas são cedidas pelo município.
O presidente da associação de moradores de Feu Rosa, Wagner Gunha, considera a possibilidade de saída do Pró-Cidadão um retrocesso. “As comunidades vão perder muito, pois empreendimento ajudou no crescimento delas. Soubemos que ele pode fechar até o meio do ano que vem, mas não vamos permitir. Se precisar, iremos às ruas”, pontua.

Liderança comunitária e religiosa, o Pe. José Carlos, da Paróquia São José de Calazans, que abrange os bairros Vila Nova de Colares, Feu Rosa, Nova Zelândia e Boulevard Lagoa, também quer a permanência do Pró-Cidadão no local.

“Em momento de crise, quanto vai custar essa transferência? Que benefício isso trará para a Serra? Para muitas comunidades não será bom, pois têm pessoas carentes que precisam dos serviços reunidos no mesmo local. E levar isso para longe é lhes negar acesso. Não queremos deixar sair”, frisa.

Prefeitura quer sair

Por meio de nota, a Prefeitura da Serra admite a intenção e para economizar diz que estuda um local próprio para agregar os serviços que hoje estão no Pró-Cidadão. “Há o estudo para construção de um espaço próprio, que possa agregar os serviços ofertados no espaço alugado, que custa anualmente R$ 1,690 milhão. Com essa economia, será possível direcionar os recursos para atender áreas como saúde e educação”.




O que você acha ?

Você pretende comprar algum produto durante a Black Friday?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por