• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.183 curados
23.7 C
Serra
segunda-feira, 18 janeiro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 33.518 casos
  • 683 mortes
  • 32.186 curados

Com 365 moradores infectados, Feu Rosa já possui 18 mortes pela Covid-19

Leia também

Profissionais de saúde de hospital da Serra serão vacinados às 17 horas desta segunda

Funcionários que trabalham no Hospital Dr. Jayme dos Santos Neves, em Morada de Laranjeiras, na Serra, serão vacinados contra...

Oportunidade! Empresas abrem 173 vagas de emprego para moradores da Serra

Empresas da Serra abriram, nesta segunda-feira (18), 173 vagas de emprego com preferência para moradores da cidade. As oportunidades...

Casagrande diz que vacinação contra o coronavírus começa nesta segunda

Com o início da campanha de vacinação contra o coronavírus cada vez mais próximo, o governador do Espírito Santo,...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

A denúncia foi feita pelo Ministério Público Federal. Foto: Divulgação / Sesa

Mais de 360 moradores infectados e 18 mortes causadas pela Covid-19. Esses são os assombrosos números que fazem Feu Rosa ser a segunda comunidade com mais casos confirmados e óbitos por coronavírus na Serra. De acordo com os últimos dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde, o bairro também se destaca no número de curados.

No total, Feu Rosa possui 365 casos confirmados, 18 mortes e 307 pacientes curados. Em toda a Serra, são 8.930 infectados, 353 óbitos e 7.314 pacientes já livres do vírus. A comunidade que lidera o número de casos confirmados continua sendo Colina de Laranjeiras, que já possui 373 confirmações. Em segundo lugar, como já dito, vem Feu Rosa. Em seguida vem: Morada de Laranjeiras (322), Jardim Carapina (318), Novo Horizonte (309), Planalto Serrano (264) e Bairro das Laranjeiras (261).

Conforme noticiado pelo TEMPO NOVO, junto com o crescimento no número de casos confirmados e mortes, vem a diminuição do índice de isolamento social na Serra. Pelas ruas da cidade, o fluxo de pessoas é grande, principalmente nos dias de semana – quando o comércio está aberto. A média da Serra no índice é 44,45. Isso significa que menos da metade da população serrana está respeitando as orientações de isolamento social.

Das Laranjeiras, na região de Jacaraípe, continua sendo a comunidade com o maior número de casos fatais na Serra: 21 mortes. Em segundo lugar, vem Feu Rosa e Vila Nova de Colares, que perderam 18 moradores em cada bairro. Nova Carapina I (17) e Morada de Laranjeiras (14) ocupam o quarto e quinto lugar no triste ranking.

Das mortes na cidade, a grande parte é de idosos ou pessoas com comorbidades, mas também houve registro de moradores mais jovens, com 43 e 45 anos. Nesse caso, sem informações sobre comorbidades. A taxa de letalidade da doença na Serra é de 3,95%. para a doença.

Ainda conforme apurado pelo TEMPO NOVO, no Painel Covid-19 – espaço onde o Estado contabiliza os dados do novo coronavírus – o Espírito Santo tem, no total, 60.009 confirmações, 1.929 mortes e 39.912 curados. 

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!