• CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
25.4 C
Serra
quinta-feira, 13 maio - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 57.848 casos
  • 1.210 mortes
  • 55.783 curados
Coronavírus em bairros

Colina de Laranjeiras ultrapassa os 1.700 casos e já possui 16 mortes por coronavírus

Leia também

Lixão em Novo Porto Canoa tira sono de moradores que pedem providência

Um imenso lixão está se formando na Avenida Amazonas, em Novo Porto Canoa, no terreno que fica em frente...

Festival apresenta 12 atrações musicais capixabas de diferentes estilos e linguagens

Doze atrações musicais capixabas com performances que entregam grito por diversidade e liberdade. E mais: dança, rock, fala, hip...

De mochilão e bicicleta, amigos vem pedalando da Argentina para conhecer belezas da Serra

Imagine conhecer o litoral brasileiro dando muitas pedaladas? Uma aventura e tanto, não é? Em busca da liberdade e...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Colina de Laranjeiras é o bairro com mais casos confirmados de coronavírus na Serra. Foto: Gabriel Almeida | Arquivo TN

Em pouco mais de um mês, Colina de Laranjeiras registrou 279 novos casos confirmados de Covid-19 e mais três mortes causadas por complicações da doença. Os dados, divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), mostram que o bairro já possui 1.740 confirmações e 16 óbitos. Desde o agravamento da pandemia, a comunidade sempre esteve entre os bairros líderes no ranking de maior número de moradores infectados na cidade e também no Espírito Santo.

No bairro, cenas de aglomerações já viraram rotina. A reportagem, por exemplo, já recebeu diversas denúncias de próprios residentes da comunidade que reclamam dessas situações em locais públicos, como uma rotatória atrás do Shopping Montserrat, e também sobre a falta do uso de máscara por parte de alguns moradores. Além disso, é preciso destacar as aglomerações em bares do bairro. Esses estabelecimentos vivem lotados na região.

Sobre o número de recuperados, Colina de Laranjeiras já possui 1.705 pessoas consideradas curadas da Covid-19. Conforme já noticiado pelo TEMPO NOVO, o bairro possui o maior número de infectados, mas não aparece entre os com mais mortes. Situação diferente das comunidades periféricas, que lideram os óbitos por coronavírus na cidade.

A reportagem apurou quais as comunidades que possuem os maiores registros de casos de coronavírus na Serra. Os dados foram coletados do ‘Painel Covid-19’, espaço onde a Secretaria de Estado da Saúde contabiliza esses dados diariamente.

Segundo as informações, Feu Rosa é o segundo bairro com mais casos na cidade:1.488 confirmações. Em seguida vem: Morada de Laranjeiras (1.397), Novo Horizonte (1.170), Jardim Limoeiro (1.120),Bairro das Laranjeiras (1.024), Barcelona (1.062), Cidade Continental (977) e Jardim Carapina (961).

Dados gerais da cidade

A Serra já registra mais de 38.200 casos confirmados e 738 mortes causadas pelo coronavírus. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em 24 horas, foram 223 novos casos e mais dois moradores mortos pela Covid-19. Enquanto os números aumentam, aglomerações continuam ocorrendo por todo o município, inclusive em bares, praias e outros locais públicos.

Segundo os dados mais recentes publicados no Painel Covid-19, a Serra já registra, no total, 38.205 pessoas que foram infectadas, 738 mortes e 36.845 moradores considerados recuperados da doença. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, existem outros 36.034 moradores do município que podem estar infectados pelo coronavírus. No momento, eles aguardam o resultado dos testes já realizados.

A Serra é a segunda cidade com mais óbitos e maior número de pessoas contaminadas no ES, ficando atrás de Vila Velha. Conforme já informado pelo TEMPO NOVO, os dados parecem não preocupar alguns serranos, que mesmo na pandemia, estão causando aglomerações em bares, praias e outros espaços públicos.

Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há seis anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!