Cientistas alertam que aquecimento global será a maior ameaça à saúde | Portal Tempo Novo

Serra, 11 de dezembro de 2018

Portal Tempo Novo - O Portal da Serra, ES

Meio Ambiente

Serra, 28 de novembro de 2018 às 9:12

Cientistas alertam que aquecimento global será a maior ameaça à saúde


Especialistas alertam para efeitos do aquecimento global sobre as pessoas e sistemas de saúde nos países. Impactos incluem novos padrões de doenças e maior perigo de desnutrição.As mudanças climáticas são a maior ameaça à saúde do século 21. Milhões de pessoas já vêm sofrendo em vários lugares do mundo nas últimas duas décadas, afirmam cientistas e profissionais de saúde.

É que mostra relatório publicado na revista científica The Lancet na última quarta-feira (28) sobre os efeitos das mudanças climáticas.  De ondas de calor a superchuvas, passando por enchentes e incêndios, são vários os problemas climáticos associados ao aquecimento que já estão sobrecarregando sistemas de saúde em vários países.

O estudo, intitulado The Lancet Countdown on Health and Climate Change (Contagem regressiva sobre saúde e mudanças climáticas), envolveu a ONU, agências intergovernamentais e 27 instituições acadêmicas, abrangendo disciplinas que vão de saúde a engenharia e ecologia.

“Um clima num processo acelerado de mudança tem implicações terríveis para todos os aspectos da vida humana, expondo populações vulneráveis a extremos climáticos, alterando padrões de doenças infecciosas e comprometendo a segurança alimentar, a água potável e o ar limpo”, alerta o relatório, que estima que entre 2030 e 2050 a situação pode ocasionar 250 mil mortes a mais por ano.

“A falta de progresso na redução de emissões (de gases estufa) e no estabelecimento de capacidade de adaptação ameaça tanto vidas humanas quanto a viabilidade dos sistemas de saúde nacionais dos quais elas dependem”, conclui o relatório, que conclama todos os setores a fazerem mais para combater as mudanças climáticas.

Bolsonaro diz que pediu para cancelar conferência do clima

Na última quarta-feira (28), o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse a jornalistas que pediu ao futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que não fosse realizada ano que vem no país a Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP 25.

A Conferência discute mudanças climáticas no mundo e como as nações podem trabalhar para reduzir a emissão dos gases de efeito estufa, que provocam a elevação da temperatura no planeta.

Bolsonaro disse também na quarta-feira que a preservação ambiental sufoca o agronegócio no Brasil. Ainda durante a campanha, em setembro, o então candidato ameaçou retirar o Brasil do Acordo de Paris, assinado por 195 para reduzir a emissão de gases poluentes que geram aquecimento anormal da Terra.




O que você acha ?

Você concorda com a saída de Cuba do Mais Médicos?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja também

Portal Tempo Novo

Rua Euclides da Cunha, 394 - sl 103 e 104 - Laranjeiras, Serra, ES

CEP:29165-310 - Tel: 27 3328-5765

Todos os direitos reservados ao Jornal Tempo Novo © Desenvolvido por