24.1 C
Serra
sexta-feira, 29 de Maio de 2020

Casagrande critica Bolsonaro por saída de ministro da Saúde: “estamos à deriva”

Leia também

Contarato pede ao Ministério Público que investigue Ricardo Salles

O senador capixaba Fabiano Contarato (Rede), ao lado do também senador Jaques Wagner (PT-BA), pediu ao Ministério Público que...

Morada e Colina de Laranjeiras registram juntos 260 casos confirmados de Covid-19

Os bairros da Serra com mais registro de casos confirmados do novo coronavírus são Morada de Laranjeiras com 131...
Gabriel Almeidahttps://www.portaltemponovo.com.br/
Morador da Serra, Gabriel Almeida é repórter do Tempo Novo há mais de quatro anos. Atualmente, o jornalista escreve para diversas editorias do portal.

Casagrande criticou o Governo Bolsonaro. Foto: Ales

O governador Renato Casagrande (PSB) se manifestou através de suas redes sociais sobre o pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich. Conforme informado pelo TEMPO NOVO, em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, o Governo Bolsonaro registra a saída de mais um ministro, Nelson Teich. Para Casagrande, a demissão revela dificuldades do Governo Federal no enfrentamento ao vírus.

Casagrande ainda criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “A saída de mais um ministro da saúde em meio a pandemia, mostra como estamos à deriva no enfrentamento à crise por parte do governo federal. Ou o PR (presidente) deixa o ministério agir, segundo as orientações da OMS ou vamos perder cada vez mais brasileiros.”

O Ministério da Saúde informou hoje (15) que o ministro Nelson Teich pediu exoneração do cargo na manhã desta sexta-feira. No comunicado, a pasta não esclarece o motivo da saída, mas informa que uma coletiva de imprensa será marcada para esta tarde.

Teich assumiu o cargo há um mês, após a saída do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em 16 de abril. Mandetta e o presidente Jair Bolsonaro divergiam sobre os caminhos para o combate à pandemia do novo coronavírus no país, como as medidas de isolamento social e o uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes.

Casos de coronavírus na Serra e em outras cidades capixabas

Continua subindo o número de casos confirmados de coronavírus na Serra. De acordo com a última atualização divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), nesta quinta-feira (14), a cidade já registrou 1.157 moradores infectados pela Covid-19. Das confirmações, 75 moradores da cidade morreram, 335 foram curados e o restante segue lutando contra o vírus.

Conforme apurado pelo TEMPO NOVO, no Painel Covid-19 – espaço onde o Estado contabiliza os dados do novo coronavírus – em todo o Espírito Santo são 5.813 casos confirmados, 2.286 curados e 249 óbitos causados pela doença. O bairro da Serra com maior quantidade de moradores infectados é Colina de Laranjeiras, que já contabilizou 78 casos confirmados.

Vale destacar que a Serra continua sendo a cidade com maior registro de óbitos causados pela Covid-19. De acordo com a Secretaria de Saúde, a taxa de letalidade do município é de 6,48%. O Estado não está mais divulgando o boletim com informações sobre as mortes registradas no dia.

Comentários

Mais notícias

Morada e Colina de Laranjeiras registram juntos 260 casos confirmados de Covid-19

Os bairros da Serra com mais registro de casos confirmados do novo coronavírus são Morada de Laranjeiras com 131 casos e Colina de Laranjeiras...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

Comentários
close-link
close-link
CLIQUE AQUI e receba as principais noticias sobre o coronavírus na Serra e no ES pelo seu WhatsApp
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!