21.1 C
Serra
domingo, 25 de outubro de 2020

Carlos Magno se consolida para prefeito em Fundão: “Trago novas ideias com a segurança de quem conhece a cidade”

Leia também

‘Friozinho’ com comida boa e lazer nos restaurantes do agroturismo da Serra neste domingo

Domingo é dia de relaxar com a família, mas, em dias chuvosos, não dá pra ir em qualquer lugar....

Atenção motoristas! Trechos da Norte Sul estão com grande acúmulo de água na Serra

Os motoristas que precisarem passar pela Norte Sul, na Serra, devem ficar atentos com alguns pontos de possíveis alagamentos....

De novo! Fortes chuvas causam alagamentos em trechos da BR-101 na Serra

O fim de semana está sendo de chuva forte para vários municípios capixabas, incluindo a Serra. E na cidade,...
Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

Carlos Magno e Pimentel formam chapa puro sangue para eleição de Fundão. Foto: Divulgação.

Ideias novas sem o risco de se aventurar no duvidoso em meio à pandemia. É com essa proposta que o PSDB de Fundão lançou na noite da última quarta-feira (15) o administrador Carlos Magno para a prefeitura municipal. Nascido e criado na cidade, ele pregou união e o fim das brigas políticas para colocar Fundão na rota de investimentos estaduais e federais.

Na convenção ocorrida na Avenida Florêncio Simoura, Bairro São José, em Fundão, o partido resolveu lançar uma chapa puro sangue, com o ex-vereador Carlos Augusto Souto Pimentel de vice. Carlos Magno é genro da experiente ex-prefeita Maria Dulce.

“Nesse cenário de pandemia e pós-pandemia as contas públicas estão arrasadas, muita gente ficou desempregada e sem renda. Por isso, os moradores vão depender de uma prefeitura atuante e com um olhar humano para os problemas da cidade. Devemos trazer ideias novas, mais conectadas com o mundo tecnológico e inovador, entretanto, sem dar o luxo de se aventurar. É pensando nesse equilíbrio que o partido optou pelo meu nome”, disse Carlos Magno.

Além dele, o contexto eleitoral de Fundão deve contar com pelo menos mais duas candidaturas: Eliazar Lopes (Podemos), que é o atual presidente da Câmara de Vereadores; e Gilmar de Souza, o Gil (PSB), que foi prefeito por três vezes na cidade. A dúvida ainda recai sobre o atual prefeito, Joilson Nunes, o Pretinho (PDT), que não se firmou na disputa.

De acordo com Carlos Magno, para deslanchar, Fundão precisa de articulação estadual e federal e citou a importância geográfica da cidade.

“Fundão é o menor município da Região Metropolitana em termos populacionais, mas temos uma importância muito grande, pois somos a porta de entrada norte da Grade Vitória. Tudo que chega do norte brasileiro pelo ramal rodoviário em direção a Serra, Vitória ou Vila Velha e até Rio de Janeiro, por exemplo, passa em Fundão. Temos muita área de expansão e podemos no futuro ser polo industrial e logístico, sem perder nossos costumes e características interioranas, para isso a prefeitura precisa de articulação”, defendeu Carlos Magno.

Ele citou projetos como a criação de polos industriais; o Contorno de Fundão; e de investimentos em turismo para a região litorânea de Praia Grande.

“Precisamos aproximar Fundão do Governo do presidente Jair Bolsonaro, e isso só é possível por meio de um prefeito articulado e corajoso. Temos que parar de perder tempo com essas brigas locais, montar um time bom e ir para Brasília lutar pelo que é nosso; tem que bater na porta dos Ministérios e reivindicar investimentos. Estamos perdendo tempo, veja o exemplo de Iconha, uma cidade com menos habitantes que Fundão, mas que se articulou e conseguiu o Contorno de Iconha no valor de R$ 80 milhões”, detalhou.

E completa: “precisamos debater com a Eco-101 um projeto para um Contorno de Fundão, estamos vendo o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, que está fazendo obras no Brasil todo, Fundão também merece. Precisamos brigar por convênios com o Governo do Estado para fazer calçamento de ruas em Praia Grande, por exemplo. Todo ano vejo milhões de reais em convênios indo para a Serra, e aqui nada. Nosso turismo precisa de melhorias em infraestrutura. Quando falo de investimentos, estou me referindo a empregos, renda, desenvolvimento, oportunidades para nosso gente crescer na vida”, disse o pré-candidato a prefeito.

Carlos Magno se diz animado com a disputa e acredita que a população vai reconhecer os avanços que foram feito nos anos em que seu grupo administrou a cidade. “Muitos não acreditavam que eu seria candidato, mas estou aqui, mesmo com as mentiras que contaram e as armadilhas que montaram contra minha família. Mas eu entendo e os perdoo, só jogam pedras em árvores que dão frutos. Deus nos guiou e continuamos firmes”, disparou.

Yuri Scardinihttps://www.portaltemponovo.com.br
Morador da Serra, Yuri Scardini é o editor de política do Tempo Novo. Além de sua área, o jornalista, escreve para outras editorias do portal.

Mais notícias

Atenção motoristas! Trechos da Norte Sul estão com grande acúmulo de água na Serra

Os motoristas que precisarem passar pela Norte Sul, na Serra, devem ficar atentos com alguns pontos de possíveis alagamentos. Acontece que, em alguns locais,...

De novo! Fortes chuvas causam alagamentos em trechos da BR-101 na Serra

O fim de semana está sendo de chuva forte para vários municípios capixabas, incluindo a Serra. E na cidade, os motoristas precisam ficar atentos...

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!