20.7 C
Serra
quarta-feira, 22 setembro - 2021
  • CORONAVÍRUS NA SERRA:
  • 71.679 casos
  • 1.485 mortes
  • 69.752 curados

Câmara da Serra arquiva processo contra Jefinho do Balneário

Vereador usou palavras de baixo calão em Plenário

Leia também

Vendaval destrói poste e deixa bairro da Serra sem energia elétrica

O vendaval da noite desta terça-feira (21) está deixando estragos em alguns bairros da Serra. Em Vila Nova de Colares,...

Calorão na Serra dá lugar a chuva e ventos de até 40 km/h nessa quarta-feira

No dia em que marca a passagem para a Primavera no Hemisfério Sul, o avanço de um sistema frontal...

Assembleia Legislativa aprova regras para gratuidade em ônibus

  Deputados estaduais aprovaram nesta quarta-feira (21) o Projeto de Lei Complementar 24/2021, que faz ajustes à Lei Complementar 971/2021....
Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

Jefinho disse que o colega Igor Elson “tem rabo preso, é mentiroso e come por fora”. Foto: Divulgação

Com 13 votos, a Câmara da Serra rejeitou o Requerimento 95/2021, que pedia abertura de processo para apuração e posterior punição do vereador Jefinho do Balneário (PL) por quebra de decoro parlamentar.

O requerimento é de iniciativa do Diretório Municipal do Podemos, partido do vereador Igor Elson, que foi alvo de acusações por parte de Jefinho, durante a sessão do dia 26 de maio último.

O resultado da votação deixa sem respostas as trocas de acusações e de palavras de baixo calão no Plenário da Casa, o que se configura quebra de decoro parlamentar, além de alguns casos em que vereadores foram para as vias de fato nos corredores do legislativo serrano.

Segundo o placar, votaram a favor da continuidade do processo os vereadores Anderson Muniz e Igor Elson (ambos Podemos); William Miranda (PL), Elcimara Loureiro (PP), Raphaela Moraes e Ericson Duarte (ambos Rede), Fred (PSDB), Pablo Muribeca (Patriota) e Professor Rurdiney (PSB).

Na outra ponta, foram contra a abertura do processo que pedia a punição de Jefinho os vereadores Paulinho do Churrasquinho e William da Elétrica (ambos PDT), Adriano Galinhao (PSB), Alex Bulhões (PMN), Artur Costa (SDD), Cleber Serrinha (PDT), Rodrigo Caçulo (Republicanos), Saulo da Academia (Patriota), Sergio Peixoto (Pros), Teilton Valim (PP), Wellington Alemão (DEM), além do próprio Jefinho. O presidente Rodrigo Caldeira (PRTB) não votou.

Após a votação, Igor agradeceu aos vereadores. ‘Respeito a independência, a fé pública e a moral também daqueles que votaram contra. A humildade precede a honra. Se entendemos que precisamos e queremos fazer da Câmara da Serra a mais transparente do Brasil, precisamos dialogar mais”, avaliou.

Já Jefinho agradeceu aos “companheiros” e voltou a provocar. “Não é por uma discussão de plenário, porque aqui as coisas acontecem, e o colega quer abrir um processo contra. É natural que o vereador não quer Jefinho na região de Carapebus. Jefinho levanta cedo e trabalha todos os dias. O povo me colocou aqui, completou”.

Mari Nascimento
Mari Nascimento é repórter do Tempo Novo há 18 anos. Atualmente, a jornalista escreve para diversas editorias do portal, principalmente para a de Política.

VOCÊ TAMBÉM PODE LER

CONTEÚDO PATROCINADO

close-link
error: Não copie! Compartilhe o conteúdo!